Alunos Online


Hiperlordose

A hiperlordose é caracterizada pelo aumento da curvatura da coluna vertebral na região lombar ou cervical.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos Desenho esquemático representando uma hiperlordose lombar

Desenho esquemático representando uma hiperlordose lombar

A coluna vertebral é formada por 33 vértebras, que podem ser divididas em vértebras cervicais, torácicas, lombares, sacro e o cóccix. Esses ossos estão dispostos uns sobre os outros, estando separados pelos discos intervertebrais, que são estruturas essenciais para diminuir os impactos.

Normalmente, a coluna apresenta curvaturas, que recebem nomes diferentes em função de sua localização. A lordose é uma concavidade encontrada tanto na região lombar quanto na região cervical, recebendo os nomes de lordose lombar e cervical, respectivamente. Algumas vezes, a curvatura nessas regiões pode apresentar certa acentuação, caracterizando a chamada hiperlordose, uma alteração muito comum em mulheres grávidas.

A hiperlordose lombar é a mais comum e normalmente está associada a uma anteversão pélvica (inclinação pélvica anterior), pouca flexibilidade e fraqueza abdominal. Já na hiperlordose cervical é possível observar que o pescoço está mais alongado para a frente.

O paciente com hiperlordose lombar apresenta dores no fundo das costas, principalmente após um período longo de pé, fraqueza nos músculos abdominais, abdômen mais anteriorizado com aparência saltada e aumento de celulite nas regiões dos glúteos. O paciente com hiperlordose cervical, por sua vez, possui dor na região próxima ao pescoço, hipercifose, hipertrofia dos músculos posteriores do pescoço e fraqueza dos anteriores.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essas deformidades na coluna podem ter causa genética ou então estarem relacionadas com obesidade, má postura, fraqueza muscular, gravidez, hérnia de disco e lesões do trabalho. Como os pacientes com hiperlordose apresentam uma musculatura frágil, esses problemas posturais geralmente acometem pessoas que não praticam exercícios físicos. Sendo assim, o sedentarismo é um grande fator de risco.

O diagnóstico de hiperlordose é feito geralmente através de exames de raio X, que têm como objetivo verificar se o ângulo da curva da coluna é superior ao normal. O tratamento normalmente se baseia em fisioterapia através do RPG e na administração de analgésicos e anti-inflamatórios. Pilates e ioga apresentam boa resposta no tratamento de vários problemas de coluna, inclusive na hiperlordose. Em alguns casos, pode ser solicitado ao paciente que utilize coletes para melhorar a postura e que mude sua dieta para que haja uma redução do peso. Em casos mais graves, com comprometimento neurológico, pode ser preciso uma intervenção cirúrgica.

É importante que o diagnóstico seja realizado precocemente para evitar que as alterações posturais tornem-se mais difíceis de serem tratadas. Sendo assim, é fundamental que um médico seja procurado assim que seja notada qualquer alteração na postura da criança e do adolescente.