Alunos Online


Importância do ferro para a saúde

A carência de ferro relaciona-se com problemas imunológicos, de produtividade e de desempenho mental, além de também causar a anemia ferropriva.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos O ferro é encontrado em diferentes tipos de alimento

O ferro é encontrado em diferentes tipos de alimento

O ferro, elemento considerado essencial para a nossa sobrevivência desde 1860, é um metal de transição, apresenta número atômico 26 e é o quarto elemento mais abundante no planeta, perdendo apenas para o oxigênio, silício e alumínio.

Como é encontrado em todas as células, o ferro está presente em todos os tipos de alimento, mas as principais fontes são as carnes e vísceras, leguminosas, grãos, cereais e folhas. Além de ser obtido na alimentação, o ferro a ser utilizado pelo corpo pode ser adequirido por meio da degradação da hemoglobina e liberação de estoques.

O ferro apresenta variadas funções no organismo, destacando-se a sua participação na composição da hemoglobina, um pigmento encontrado nas hemácias e responsável pelo transporte de oxigênio. Esse mineral também é importante para a síntese de DNA e para o metabolismo energético. Além disso, estudos indicam que o ferro ajuda na conversão de β-caroteno em vitamina A e na detoxificação de drogas no fígado.

A falta de ferro pode prejudicar o desenvolvimento em vários aspectos, relacionando-se, por exemplo, com problemas imunológicos, de produtividade e de desempenho mental. A carência de ferro também pode causar um tipo específico de anemia, denominada de ferropriva. Ela ocorre principalmente em decorrência de deficiência nutricional, mas também pode ser causada por absorção deficiente, grande perda de sangue ou problemas na metabolização. Dentre os sintomas desse tipo de anemia, podemos citar o cansaço, fadiga, pele pálida e dificuldade de realizar trabalho físico e de concentração. Também podem ocorrer problemas gastrointestinais, como diarreia, constipação, vômitos, náusea e falta de apetite.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

É importante destacar que o ferro em grande quantidade no organismo também pode gerar problemas à saúde. O excesso desse mineral está relacionado com a produção de radicais livres que acabam lesionando moléculas de proteínas, lipídios e DNA. Existe ainda uma doença conhecida por hemocromatose, que faz com que o paciente absorva o ferro em maior quantidade ou impede a eliminação adequada. Esse problema é genético e pode provocar consequências graves, como cirrose, diabetes, insuficiência cardíaca e problemas hormonais.

Assim como todos os alimentos, o ferro deve ser ingerido diariamente para satisfazer as necessidades do corpo. É importante frisarmos, no entanto, que a quantidade que devemos ingerir desse mineral varia de acordo com a idade, sexo e estado de saúde. Em crianças em fase de crescimento, por exemplo, a quantidade de ferro a ser ingerida é maior, e o mesmo vale para mulheres após o início da menstruação. Um homem adulto necessita ingerir em média 8 mg por dia para que seu corpo funcione adequadamente. Já a mulher em fase reprodutiva necessita de 18mg de ferro, mas as grávidas precisam de cerca de 27 mg/dia.