Alunos Online


Intestino grosso

O intestino grosso é a porção final do sistema digestório e está relacionado com a absorção de água e sais minerais e com a formação do bolo fecal.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos O intestino grosso é a porção final do sistema digestório

O intestino grosso é a porção final do sistema digestório

O intestino grosso, que é a porção final do sistema digestório, apresenta estrutura tubular e cerca de 6,5 cm de diâmetro e 1,5 m de comprimento. Diferentemente da estrutura verificada no intestino delgado, o intestino grosso não possui vilosidades (projeções do epitélio), e as pregas são encontradas apenas no reto. A presença de vilosidades e pregas está relacionada com a absorção de nutrientes, que não é uma das principais funções do intestino grosso.

Esse órgão possui algumas glândulas, células-tronco, células enteroendócrinas (células secretoras de hormônios) e células de Paneth (produzem substâncias antibacterianas). Uma grande quantidade de células caliciformes também é observada. Apresenta também uma grande quantidade de nódulos linfáticos, que estão relacionados com a grande quantidade de bactérias nessa área.

Partes do intestino grosso

  • Ceco: primeira porção do intestino grosso. Na base do ceco, encontramos o apêndice vermiforme, um pequeno tubo delgado. Em casos de infecção do apêndice (apendicite), recomenda-se a retirada da estrutura, evitando, assim, uma possível ruptura e consequente inflamação do peritônio (membrana que cobre as paredes do abdome e dos órgãos do sistema digestivo);

  • Cólon: a porção principal do intestino grosso é dividida em quatro partes, a saber:

  • Cólon ascendente: estrutura que parte do ceco e estende-se para cima até a superfície inferior do fígado e anterior ao rim direito;

  • Cólon transverso: parte do cólon que atravessa toda a cavidade abdominal, do lado direito para o esquerdo;

  • Cólon descendente: inicia-se perto do baço e estende-se para baixo em direção à pelve;

  • Cólon sigmoide: a porção final do cólon apresenta forma de S e localiza-se na cavidade pélvica.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Reto: porção de aproximadamente 15 centímetros que está localizada após o cólon sigmoide e que se estende até o ânus;

  • Ânus: é a porção final e funciona controlando a saída das fezes. Esse tubo possui de 3 a 4 cm de comprimento, e o seu diâmetro é controlado pelos esfíncteres anais – estruturas musculares dispostas em forma de anel que controlam o grau de amplitude dessa abertura.

Funções do intestino grosso

O intestino grosso recebe do intestino delgado o que sobrou do alimento após as várias etapas do processo digestivo. Realiza as seguintes funções:

  1. Absorção da água de forma passiva;

  2. Fermentação;

  3. Formação da massa fecal;

  4. Produção de muco, que facilita a compactação do bolo fecal e seu deslocamento pelo órgão.

Hemorroidas

As hemorroidas são um problema relativamente comum que atinge o intestino grosso. Elas nada mais são do que veias dilatadas que podem apresentar-se de forma interna ou externa. As hemorroidas internas são recobertas por mucosas; e as externas, por pele.

Câncer colorretal

O câncer colorretal atinge o intestino grosso e está bastante relacionado com a alimentação, sendo essencial evitar o consumo de carnes processadas, vermelhas e gorduras a fim de prevenir-se dessa doença. O tabagismo, alcoolismo e idade avançada também são fatores de risco. Entre os sinais e sintomas do câncer colorretal, podemos destacar a presença de sangue nas fezes, diarreia, intestino preso e persistência da vontade de evacuar mesmo após a evacuação.