Alunos Online


Metamorfose da borboleta

A metamorfose da borboleta é caracterizada pela presença das seguintes fases: ovo, larva, pupa e adulto.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos A borboleta é um inseto que sofre metamorfose completa

A borboleta é um inseto que sofre metamorfose completa

A metamorfose é um processo que ocorre no corpo dos animais que possuem desenvolvimento indireto. Durante esse processo, um ser vivo sofre modificações que levam à sua forma adulta definitiva. Entre os grupos que se destacam pela presença de metamorfose, podemos citar os anfíbios e alguns insetos, como as borboletas.

As borboletas realizam uma metamorfose completa e, portanto, recebem a denominação de holometábolos. Analisando o ciclo de vida desses insetos, é possível notar algumas fases bastantes distintas: ovo, larva, pupa e adulto.

Observe as etapas do ciclo de vida de uma borboleta
Observe as etapas do ciclo de vida de uma borboleta

As borboletas são animais ovíparos, portanto, o ovo marca o início da vida desse ser. Ao colocar os ovos, os adultos preocupam-se em encontrar um ambiente propício para a sobrevivência de seus descendentes. Normalmente as borboletas põem seus ovos em folhas rígidas, que garantem a sustentação e, posteriormente, servem de alimento para a fase larval.

Dos ovos das borboletas saem formas larvais denominadas de lagartas. Esses seres possuem corpo alongado e diferenciado em cabeça e alguns segmentos de onde partem patas. Algumas espécies apresentam corpo coberto com cerdas urticantes, que podem causar várias lesões na pele de quem as toca.

Na fase larval, as borboletas são bastante diferentes da forma adulta, o que pode gerar certa confusão. Muitas pessoas, por desconhecerem a metamorfose desses insetos, acreditam que lagartas e borboletas são espécies distintas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Durante a fase de lagarta, o animal come ativamente as folhas da planta em que foi colocado. Vale destacar que, ao nascerem, essas larvas comem até mesmo a casca do próprio ovo. Essa alimentação feroz é importante para que haja o acúmulo de energia para garantir a sobrevivência na próxima fase de desenvolvimento.

Após se alimentar de maneira adequada, inicia-se a fase de hibernação, com a criação da crisálida. Nesse período, conhecido como pupa, o animal não mais se alimenta até que seu corpo seja completamente reorganizado e adquira a forma adulta.

Passados alguns dias, emerge de dentro da crisálida o indivíduo adulto, chamado popularmente de borboleta. Nessa fase, o animal não mais se alimenta de folhas, como na fase de lagarta, possuindo um aparelho bucal adaptado à ingestão de néctar. Na fase adulta da borboleta, observa-se um animal alado, que se difere de uma espécie para outra principalmente em razão das cores de suas asas. Vale destacar que, durante a fase de lagarta, o animal pode apresentar uma coloração diferente da que terá na fase adulta.

Atenção: O tempo de vida de uma borboleta varia de espécie para espécie, entretanto, a média é de duas a três semanas.