Alunos Online


Nomenclatura binomial de Lineu

Você sabe o nome desste animal?

Algumas pessoas chamam-no de tamanduazinho, outros de tamanduá-mirim ou, ainda, meleta. Como um mesmo ser vivo possui diversos nomes vulgares, uma forma mais precisa de identificá-lo é utilizando seu nome científico – neste caso, Tamandua tetradactyla. Assim, em qualquer local do mundo, ao falarmos em Tamandua tetradactyla, estaremos nos referindo ao animal da foto.

Carolus Linnaeus, ou Lineu, como é mais conhecido, foi um importante naturalista quanto a estas questões. Em seu livro, Systema naturae, ele elaborou algumas regras referentes à nomeação de seres vivos e como apresentar estas informações na forma escrita. São elas:

- Todos os seres vivos possuem um nome científico, referente à espécie a qual cada um destes pertence.

- Espécie é a categoria taxonômica mais específica e se refere a um grupo de indivíduos capazes de se cruzar naturalmente, produzindo descendentes férteis.

- Espécies são escritas utilizando dois nomes. O primeiro se refere ao Gênero e o segundo, ao epíteto específico: uma palavra que definirá aquela espécie. Esta pode estar relacionada a alguma característica física, comportamental ou geográfica do animal; ou mesmo ser uma homenagem a alguém, ou alguma situação. No caso do meleta, o termo tetradactyla se refere aos seus quatro dedos, utilizados para escalar árvores.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Ao redigir o nome de uma espécie, a primeira letra do nome, referente ao Gênero, deve se apresentar em maiúsculo. Já o epíteto específico deve estar em minúsculo.

- Todos os nomes científicos devem ser escritos usando o itálico ou o grifo. Deve se dar preferência ao itálico, mas em situações nas quais escrever desta forma se torna complicado, como quando se faz à mão, ou em máquina de escrever, é necessário que as palavras sejam grifadas.

- O Gênero de uma espécie pode ser abreviado em situações em que o nome científico tenha sido escrito anteriormente, de forma completa. Exemplo: A Escherichia coli é uma bactéria que pode ser encontrada no intestino humano e sua presença na água ou em alimentos, pode indicar contaminação com fezes humanas. Desta forma, ao falar em coliformes fecais, estamos nos referindo às concentrações de E. coli.

Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada ao assunto:

Tamandua tetradactyla: animal encontrado na maior parte da América do Sul.

Tamandua tetradactyla: animal encontrado na maior parte da América do Sul.

Por: Mariana Araguaia