Alunos Online


PANCs: plantas alimentícias não convencionais

As PANCs, plantas alimentícias não convencionais, são aquelas que podem ser consumidas, mas que não são comumente utilizadas na alimentação.

Podemos estar habituados a fazer um tipo de alimentação, quase nunca incluindo novos alimentos. Entretanto, existem muitas plantas que estão ao nosso redor e que são ignoradas, apesar de seu poder nutricional e seu sabor diferenciado. Essas plantas não habitualmente utilizadas pela população são denominadas de PANCs.

Como podemos definir as PANCs?

PANCs é uma sigla criada por Valdely Ferreira Kinupp, em 2008, para referir-se a Plantas Alimentícias Não Convencionais. Essas plantas nada mais são que aqueles vegetais que poderiam ser consumidos, entretanto não fazem parte do hábito alimentar da população de uma determinada região. Incluem-se nesse contexto as partes de plantas que também não são geralmente ingeridas, como as folhas da batata-doce.

Uma PANC pode ser considerada dessa forma em uma região, mas ser muito consumida em outros locais. Assim sendo, ao definir uma PANC, deve-se compreender os hábitos alimentares da população daquele local, pois uma planta pode não ser usualmente consumida em uma área, porém pode ser utilizada fortemente na culinária local de outra região.

Todas as PANCs são plantas que nascem sozinhas no ambiente?

Muitas pessoas consideram as PANCs como plantas que nascem sozinhas no ambiente ou simplesmente são mato. Contudo, nem toda PANC pode assim ser definida, uma vez que esses vegetais também podem ser plantas cultivadas. Além disso, é importante salientar que muitas plantas consideradas mato não podem ser ingeridas, por apresentarem componentes tóxicos. Assim sendo, é fundamental conhecer bem uma planta antes de inseri-la na alimentação do dia a dia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Todas as PANC são consumidas do mesmo jeito?

Nem todas as PANCs são consumidas da mesma forma. Algumas podem ser comidas cruas ou cozidas, outras, no entanto, precisam passar obrigatoriamente pelo cozimento. A obrigatoriedade refere-se ao fato de que muitos organismos podem apresentar substâncias tóxicas que precisam ser eliminadas antes da ingestão.

Algumas PANCS que podem fazer parte do seu dia a dia

Veja a seguir algumas espécies que podem ser utilizadas na alimentação, apesar de não estarem incluídas nos hábitos da população:

  • Capeba (Piper umbellatum): Apresenta sabor picante, e pode ser usada a folha cozida.

  • Capuchinha (Tropaeolum majus): Apresenta também sabor picante; podem ser consumidas suas folhas, flores e sementes. É uma planta usada em saladas e molhos.

  • Mitsubá (Cryptotaenia japonica): Essa planta muito parecida com a salsa pode ser utilizada em sucos.

  • Ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata, Pereskia bleo e Pereskia grandifolia): Rica em proteínas e fibras, é uma planta bastante usada em recheios, feijão e polenta.

  • Palma (Nopalea cochenillifera): É um tipo de cacto comestível e pode ser consumida em refogados e sucos.

Ora-pro-nóbis é um exemplo de planta que não é normalmente consumida, apesar de suas propriedades nutricionais

Ora-pro-nóbis é um exemplo de planta que não é normalmente consumida, apesar de suas propriedades nutricionais

Por: Vanessa Sardinha dos Santos