Alunos Online


Bactérias e arqueas

Por: Mariana Araguaia Algumas bactérias, como as rickéttsias, são parasitas intracelulares.

Algumas bactérias, como as rickéttsias, são parasitas intracelulares.

Os seres vivos procarióticos, genericamente chamados de bactérias (Reino Monera), pertencem a dois grupos distintos: as bactérias e arqueas. Suas diferenças são tão significativas que podem ser classificados como dois reinos (ou domínios) à parte, dependendo do sistema de classificação:

Arqueas e bactérias constituem a maioria dos seres vivos do planeta. Outrora, eram chamados de arqueobactérias e eubactérias, mas como essas são menos aparentadas dos organismos eucarióticos do que aquelas; passaram a ser denominados como foi aqui apresentado.

As arqueas são típicas de ambientes extremos, como fontes termais, fendas vulcânicas, águas extremamente salgadas ou geladas, dentre outros. Muitas delas não possuem parede celular, no entanto, há aquelas nas quais tal estrutura está presente e são constituídas por polissacarídeos e/ou proteínas. Já nas bactérias, a parede está presente, sendo composta por peptidioglicanos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tais seres vivos podem exercer função decompositora, podem atuar como quimiossintetizantes ou fotossintetizantes, ou mesmo viver em associação ou parasitando outros organismos. Quanto às suas formas, podem ser espiraladas, em forma de vírgula, circulares ou em bastões; sendo que essas duas últimas podem formar colônias.

Devido às particularidades inerentes a cada um dos dois grupos, é necessário conhecer os textos dessa seção para ter um maior conhecimento sobre os procariontes. Nela, você encontrará um bom acervo sobre eles e aprenderá muitos aspectos interessantes de sua biologia.


Aproveite para conferir as nossas videoaulas sobre o assunto:

Carregando...

Carregando...

Carregando...

Artigos de Bactérias e arqueas