Alunos Online


Síndrome do Choque Tóxico

Síndrome do Choque Tóxico (SCT) é um processo inflamatório desencadeado por infecções bacterianas, causadas principalmente por Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes são bactérias que podem causar a SCT

Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes são bactérias que podem causar a SCT

A Síndrome do Choque Tóxico (SCT) é desencadeada por toxinas produzidas por bactérias que induzem um processo inflamatório grave, o qual, em alguns casos, pode levar à morte. Essa síndrome, descrita pela primeira vez em 1978, é causada principalmente pelas bactérias Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes.

Sinais e sintomas da Síndrome do Choque Tóxico

A SCT apresenta um curso clínico rápido e progressivo. Essa síndrome ocorre de maneira abrupta e pode provocar a morte em poucas horas em razão da falência cardiocirculatória e renal aguda. Entre as principais manifestações clínicas da SCT, podemos citar:

  • Dor abruta e severa;
  • Hipotensão;
  • Febre alta;
  • Exantema ou rash cutâneo (erupções cutâneas vermelhas);
  • Descamação em pés e mãos;
  • Comprometimento muscular;
  • Hiperemia (congestão sanguínea) faríngea e conjuntival.
  • Sintomas gastrointestinais;
  • Insuficiência renal aguda.

Causas da Síndrome do Choque Tóxico

A princípio, a grande maioria dos casos relacionava-se ao uso de tampões menstruais (absorventes internos), entretanto, hoje se observa um aumento dos relatos da infecção por bactérias que produzem essas toxinas em outros locais do corpo. Além do uso de tampões, podemos citar como situações clínicas determinantes para o surgimento da síndrome as infecções de feridas operatórias, mastite, queimaduras, lesões cutâneas e infecções respiratórias.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No que diz respeito aos tampões menstruais, é importante salientar que as causas exatas ainda não foram estabelecidas. Entretanto, acredita-se que a SCT esteja ligada, entre outros fatores, ao tempo em que o absorvente permanece dentro da vagina. Um período grande de tempo pode favorecer a multiplicação de bactérias que provocam essa infecção. Além disso, alguns estudiosos afirmam que as fibras que formam o absorvente interno podem causar lesões na vagina, o que favorece a entrada das bactérias na corrente sanguínea.

Diagnóstico e tratamento da Síndrome do Choque Tóxico

O diagnóstico da SCT é principalmente clínico, porém deve-se também colher amostras para a cultura nos locais suspeitos de infecção para que se tente identificar o agente causador. A Síndrome do Choque Tóxico é causada principalmente por bactérias Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes, por isso o tratamento se baseia principalmente na terapia antimicrobiana. O tempo de tratamento antimicrobiano dependerá do local da infecção e também do estado do paciente, entretanto, normalmente dura cerca de duas semanas.

Por ter uma evolução rápida do quadro e ser uma síndrome bastante agressiva, torna-se essencial o diagnóstico precoce e o início imediato do tratamento. Isso garante um restabelecimento mais rápido da saúde do paciente, diminuindo-se, assim, os ricos de morte.