Alunos Online


Sistema nervoso

O sistema nervoso é um dos mais complexos do corpo humano e é formado por tecido nervoso, que garante que o corpo perceba e responda a estímulos internos e externos.

O sistema nervoso humano é formado por tecido nervoso, que forma várias estruturas que garantem que o organismo reaja a diferentes estímulos internos e externos. Esse sistema é responsável, por exemplo, pela capacidade de raciocínio, memória, movimentação e pelo funcionamento de órgãos. É, portanto, fundamental para nossa sobrevivência.


Tecido Nervoso

O tecido nervoso está presente em nosso organismo e apresenta como componentes principais os neurônios e as células da glia. Os neurônios são células nervosas que garantem recepção, transmissão e processamento de estímulos. Possuem morfologia complexa, mas, basicamente, são formados por dendritos, corpo celular e axônio. Já as células da glia são de vários tipos e atuam, dentre outras funções, na nutrição e na sustentação dos neurônios.


Divisão do Sistema Nervoso

Estruturalmente, o sistema nervoso pode ser classificado em :

  • Sistema Nervoso Central (SNC): Essa porção do sistema nervoso é formada por encéfalo e medula espinal. O SNC é envolvido pelas meninges (dura-máter, aracnoide e pia-máter), que são três membranas de tecido conjuntivo . Além das meninges, o SNC está protegido pela caixa craniana e pelo canal vertebral.

  • Sistema Nervoso Periférico (SNP): Essa porção do sistema nervoso é formada por nervos espinhais, nervos cranianos e gânglios. Os nervos são feixes de fibras nervosas envolvidas por tecido conjuntivo, enquanto os gânglios nada mais são do que acúmulo de neurônios localizados fora do SNC.


O sistema nervoso pode ser dividido em central e periférico

O SNC e o SNP estão completamente interligados. O SNC encarrega-se de processar informações e de gerar respostas, enquanto o SNP garante o transporte de informações para o SNC e para músculos, glândulas e células endócrinas. O SNP possui neurônios aferentes, que garantem que a informação seja levada até o SNC, e neurônios eferentes, que garantem que a informação do SNC seja levada para o local que receberá uma determinada resposta.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


O SNP possui dois componentes eferentes:

  • Sistema Motor: Garante que as informações sejam levadas para os músculos esqueléticos. Nesse caso, temos respostas voluntárias e involuntárias. Como resposta involuntária do músculo esquelético podemos citar o reflexo patelar.

  • Sistema Nervoso Autônomo: Garante o controle de órgãos dos sistemas endócrino, cardiovascular, excretor e digestório. Atua, portanto, na manutenção da homeostase. O Sistema Nervoso Autônomo possui três divisões:

    • Simpática: Atua na regulação do funcionamento de certos órgãos e funciona, na maioria das vezes, de forma antagônica ao sistema parassimpático. A divisão simpática está relacionada com a resposta de luta ou fuga e com a libido. Como exemplo de ações da divisão simpática, podemos citar dilatação de pupilas, aumento da frequência cardíaca, inibição do esvaziamento da bexiga, promoção da ejaculação e contração vaginal.

    • Parassimpática: Atua na regulação do funcionamento de certos órgãos e funciona, na maioria das vezes, de forma antagônica ao sistema simpático. Nessa divisão, observa-se a geração de respostas de relaxamento e de retorno das atividades basais. Como exemplo de ações da divisão parassimpática, podemos citar contração de pupilas, redução da frequência cardíaca e promoção do esvaziamento da bexiga. A divisão parassimpática está relacionada com a promoção de ereção dos órgãos genitais. É importante ressaltar que, em relação à reprodução, as divisões simpática e parassimpática complementam-se.

    • Entérica: Essa divisão atua no trato digestório, no pâncreas e na vesícula biliar.

O sistema nervoso permite a percepção de estímulos

O sistema nervoso permite a percepção de estímulos

Por: Vanessa Sardinha dos Santos