Alunos Online


Teoria de tensão-coesão

A teoria de tensão-coesão, proposta por Dixon, explica o movimento da água pelo corpo do vegetal, via xilema, da raiz até o topo.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos A transpiração promove a movimentação de água pelo corpo da planta

A transpiração promove a movimentação de água pelo corpo da planta

Sabemos que a seiva bruta, formada por água e sais minerais, segue no sentido das raízes para as folhas, ou seja, possui um movimento ascendente. A explicação mais aceita para esse processo foi desenvolvida por Dixon e foi denominada de teoria da tensão-coesão.

→ O que diz a teoria?

De acordo com a teoria da tensão-coesão, o processo de movimentação de água nas plantas é estimulado geralmente com a perda dessa substância na forma de vapor pelos estômatos, ou seja, pela transpiração. Na transpiração, a água presente nos espaços intercelulares da folha diminui, e a água do interior das células repõe essa perda. As células do mesofilo da folha tornam-se mais concentradas em íons e moléculas, com isso, o potencial hídrico diminui. Como as células adjacentes estão com potencial hídrico maior, a água migra por osmose.

Assim, as células vão recebendo água das células vizinhas até atingir o sistema vascular da planta, fazendo com que a água presente no xilema foliar migre desse local para as células do mesofilo, uma vez que ela desloca-se de zonas com potencial hídrico mais elevado para zonas com potencial hídrico menos elevado. Podemos dizer que as células do mesofilo absorvem a seiva inorgânica provocando uma pressão de sucção, dessa forma, a água é puxada para o topo do vegetal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A migração da água do xilema para as folhas provoca um gradiente de potencial hídrico que se propaga por toda a coluna de água presente no xilema. Por causa da coesão existente entre as moléculas de água e sua adesão às paredes do vaso do xilema, forma-se uma coluna de água contínua que transmite a tensão entre todas as moléculas. De uma maneira mais simplificada, podemos dizer que a água é literalmente sugada, fazendo com que a água seja retirada do solo pelas raízes e siga, via xilema, para as outras partes do vegetal.

Assim sendo, três forças estão presentes no transporte de água na planta:

  • Tensão;

  • Coesão;

  • Adesão.

É importante salientar que a força de sucção poderia lesionar os vasos das plantas, entretanto, os vasos xilemáticos são ricos em lignina, o que garante o reforço das paredes da célula e evita, assim, o colapso. Além disso, as forças de coesão e adesão possibilitam que a coluna de água não seja interrompida, impedindo a formação de bolhas que poderiam causar danos ao vegetal.

Atenção: O transporte de água na planta, explicado segundo a teoria de tensão-coesão, ocorre também quando o uso da água pelas folhas leva à diminuição do potencial de água e não somente na transpiração.