Alunos Online


Tipos de raizes

Por: Mariana Araguaia Raízes tabulares, encontradas em chichás (<i>Sterculia chicha</i>).

Raízes tabulares, encontradas em chichás (<i>Sterculia chicha</i>).

Sistema radicular pivotante, ou axial: de uma raiz principal, mais desenvolvida, saem outras, podendo apresentar ramificações ou não. Ex: eucotiledôneas e algumas dicotiledôneas.

Sistema radicular fasciculado, ou em cabeleiras: numerosas raízes, de tamanho semelhante, que partem do caule e, geralmente, se apresentam emaranhadas. Ex: monocotiledôneas, como grama e arroz.

Raízes adventícias: desenvolvem raízes a partir do caule, ou até mesmo de folhas. Ex: violeta e milho.

Raízes-suporte, ou raízes-escoras: são aéreas e dão suporte à planta. Ex: milho e algumas árvores de florestas tropicais.

Raízes tabulares: os ramos radiculares se encontram fundidos ao caule, auxiliando na sustentação da planta. Ex: fícus e sumaúma.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Raízes estrangulantes: encontradas em plantas epífitas, podem enroscar-se sobre o tronco da espécie hospedeira, comprimindo-a e, em não raros os casos, provocando a sua morte. Ex: figueiras.

Raízes respiratórias, ou pneumatóforos: aéreas, vivem em solos pobres em oxigênio, auxiliando em sua captação. Ex: plantas de mangue.

Raízes tuberosas: armazenam substâncias nutritivas sendo, geralmente, comestíveis. Ex: batata e nabo.

Raízes sugadoras, ou haustóros: penetram no cale da planta hospedeira, atingindo os vasos. Ex: cipó-chumbo e erva de passarinho.