Alunos Online


Tricomas

Tricomas são estruturas epidérmicas que atuam garantindo proteção ao vegetal. Os tricomas podem ser classificados em glandulares, tectores e mistos.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos Tricomas atuam de diferentes formas no vegetal, protegendo-o contra herbivoria (relação ecológica em que um ser vivo alimenta-se de um vegetal)

Tricomas atuam de diferentes formas no vegetal, protegendo-o contra herbivoria (relação ecológica em que um ser vivo alimenta-se de um vegetal)

Tricomas são estruturas epidérmicas muito importantes encontradas em algumas espécies vegetais e estão relacionadas, dentre outras funções, com a defesa das plantas. Os tricomas, que são semelhantes a pelos, apresentam diferentes formas e funções, o que os leva a serem classificados de diversas maneiras.

Leia também: Epiderme Vegetal


Classificação e função dos tricomas

Os tricomas podem ser classificados de diferentes formas. Uma delas é sua classificação em tectores, glandulares e mistos.

  • Tricomas tectores ou não glandulares: Esses tricomas caracterizam-se por não produzirem substâncias químicas ou repelentes. Apesar de não produzirem essas substâncias, os tricomas tectores também ajudam na defesa do vegetal contra herbivoria, uma vez que dificultam a movimentação de pequenos predadores sobre a planta. Além disso, os tricomas, que geralmente formam uma considerável cobertura sobre o vegetal, atuam como uma barreira contra outros agentes externos, como radiação solar e calor.

    Temos ainda os pelos radiculares ou tricomas radiculares, que atuam na absorção de água e nutrientes. Muitos autores, no entanto, preferem descrever esse como um tipo separado de tricoma.

  • Os tricomas tectores podem ser classificados em simples ou multicelulares. Os simples são formados por uma célula e podem ser diferenciados pelo formato e tamanho, por exemplo. Já os multicelulares são formados por mais células e podem ser classificados em ramificados ou não, e os ramificados podem adquirir diferentes formas.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Tricomas glandulares: Esses tricomas destacam-se por apresentarem a capacidade de produzir secreções. Anatomicamente, podemos diferenciá-los dos tectores pela presença de uma cabeça secretora uni ou multicelular (veja figura abaixo).

A porção dilatada no ápice do tricoma representa sua cabeça
A porção dilatada no ápice do tricoma representa sua cabeça

As secreções produzidas pelos tricomas glandulares são variadas, tais como óleos, resinas e sucos digestivos. Nas plantas carnívoras, por exemplo, encontramos tricomas capazes de secretar substâncias que garantem a captura de presas e substâncias que garantem a digestão. Existem ainda espécies vegetais que apresentam tricomas com substâncias que causam irritação e, consequentemente, afastam predadores, que é o caso da urtiga.

  • Tricomas mistos: Os tricomas mistos são aqueles que apresentam uma porção tectora e uma porção glandular, atuando, dessa forma, como defesa química e mecânica.