Alunos Online


As micro-ondas

Sabemos que a radiação é a propagação de energia; e chamamos de micro-onda a radiação cujo comprimento de onda esteja entre os valores de 1 milímetro e 30 centímetros. As ondas eletromagnéticas que estão nessa região do espectro eletromagnético são bastante utilizadas no dia a dia. Por exemplo, as moléculas da água, quando expostas à ação de um campo elétrico, passam a se reorganizar ficando em uma posição paralela a ele. Dessa forma, quando estão em um campo oscilante, as moléculas oscilam porque absorvem energia da onda.

Moléculas de água, açúcares e gorduras absorvem parcialmente radiações com frequência que giram em torno de 2,45 GHz. Pelo fato de quase todos os alimentos que ingerimos diariamente serem constituídos principalmente por água, parte da energia das ondas eletromagnéticas dessa frequência é absorvida por eles. A energia absorvida, nessa frequência, penetra no interior dos alimentos, cozinhando-os.

A maior absorção ocorre quando a frequência é de 1 GHz, porém ela não é usada, porque a energia seria absorvida pelas moléculas da superfície dos alimentos. O forno de micro-ondas produz ondas eletromagnéticas cuja energia é transmitida para as moléculas de água que, por sua vez, transferem a energia para outras moléculas por vibração, aumentando a temperatura e cozinhando os alimentos que estão em seu interior.

O forno de micro-ondas produz radiação que afeta diretamente os tecidos vivos, por esse motivo sua radiação é perigosa. Para que essa radiação não nos prejudique, os fornos são revestidos com uma blindagem especial que reflete as micro-ondas de volta para o interior, não deixando que elas escapem.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Aproveite para conferir as nossas videoaulas relacionadas ao assunto:

Forno que produz micro-ondas.

Forno que produz micro-ondas.

Por: Domiciano Correa Marques da Silva