Alunos Online


Como são gravados os CDs e DVDs?

O modo como são gravados os CDs e DVDs permite que os dados sejam interpretados pela incidência de um laser nas pequenas ranhuras feitas na parte lisa desses discos.

Por: Joab Silas da Silva Júnior Os dados, que serão lidos por um leitor óptico, são gravados nas ranhuras da face lisa dos CDs e DVDs

Os dados, que serão lidos por um leitor óptico, são gravados nas ranhuras da face lisa dos CDs e DVDs

Os CDs, da abreviatura de compact disc (disco compacto), foram criados pelo estadunidense James Russel, em 1960. Esses dispositivos são discos feitos de plástico, nos quais é possível armazenar dados que são interpretados pela incidência de um laser emitido por um leitor óptico.

Essa tecnologia, que substituiu os discos de vinil, foi lançada no mercado em 1982, mas tornou-se popular somente a partir dos anos 1990.

CD e DVD

Tanto nos CDs quanto nos DVDs, os dados ficam armazenados em sulcos, ranhuras feitas sobre a face lisa do equipamento que absorvem o laser emitido pelo aparelho leitor. Esse aparelho, por sua vez, interpreta as informações a partir das diferenças de reflexão do laser.


Laser de um leitor óptico

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os DVDs diferenciam-se dos CDs por terem sulcos menores e mais próximos, o que lhes garante maior espaço para armazenagem de dados. Os DVDs são mais utilizados para guardar vídeo e áudio.

Os sulcos formados nesses equipamentos possuem formato de espiral e podem dar até 20 mil voltas, chegando a medir 5 km de extensão.

Blu-ray

A tecnologia mais comum usada na leitura de CDs e DVDs é o laser vermelho, que possui comprimento de onda na ordem de 650 mm. No caso da tecnologia Blu-ray, os leitores utilizam laser da cor azul, com comprimento de onda na ordem de 405 mm. Assim, os sulcos formados em um disco Blu-ray são mais finos e próximos, permitindo-lhe maior capacidade de armazenamento, que pode chegar até 50 GB.