Alunos Online


Energia potencial elástica

A energia potencial elástica é a modalidade de energia armazenada em virtude da deformação de qualquer objeto elástico, como molas.

Por: Joab Silas da Silva Júnior A energia potencial elástica armazenada no fio do arco é convertida em energia cinética para a flecha

A energia potencial elástica armazenada no fio do arco é convertida em energia cinética para a flecha

A energia potencial elástica é o tipo de energia mecânica armazenada em virtude da deformação de um material elástico. Ao comprimir ou esticar um corpo elástico, como uma mola, há a tendência do material de voltar à posição ou formação original. Sendo assim, podemos dizer que há uma energia guardada ou armazenada na deformação de materiais elásticos.

Na imagem acima, à medida que a mola volta à sua posição relaxada, ela transfere a sua energia armazenada ao projétil, que adquire velocidade. Nesse exemplo, temos energia potencial elástica sendo transformada em energia cinética.

Constante elástica (K)

A constante elástica de um material determina a dificuldade imposta pelo próprio material à sua deformação. Sendo assim, quanto maior for o valor dessa constante, maior será a dificuldade de esticar ou comprimir o material. No Sistema Internacional de Unidades (SI), a unidade de medida da constante elástica é o Newton por metro (N/m).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Cálculo da energia potencial elástica

A energia associada à deformação de objetos elásticos é dada por:

Nessa equação, temos:

Epel = Energia potencial elástica (J);

k = Constante elástica (N/m);

x = Deformação sofrida pelo material elástico (m).

Exemplo de aplicação


*Crédito da imagem:
 EvrenKalinbacak / Shutterstock.com

No salto com vara, podemos perceber que, após a corrida, no momento em que a vara é cravada no sifão, a energia cinética adquirida é transferida para a vara, que se dobra armazenando momentaneamente a energia. A energia potencial elástica é rapidamente convertida em energia cinética e potencial gravitacional, até que o atleta atinja a altura máxima possível.

Artigos Relacionados