Alunos Online


Fóton

Por: Domiciano Correa Marques da Silva Ilustração de um fóton de luz.

Ilustração de um fóton de luz.

Quando nos propomos a estudar alguns objetos na física podemos estudá-los apenas medindo alguns parâmetros ou apenas fazendo algumas observações, como, por exemplo, quando verificamos a velocidade de um automóvel em uma via pública. Já quanto a outros objetos de estudo não é possível realizar medidas por serem muito pequenos, da ordem microscópica.

Para estudarmos objetos muito pequenos, a nível microscópico, utilizamos a física quântica.

No mundo microscópico várias grandezas físicas são encontradas apenas em múltiplos inteiros de uma quantidade elementar. Caso essa grandeza apresente tal propriedade nós dizemos que ela é quantizada.

Foi no ano de 1905 que Einstein propôs a luz como sendo quantizada, ou seja, a luz é enviada em pacotes de energia. Hoje sabemos que a quantidade elementar de luz é chamada de fóton.

Quando a luz é emitida ou absorvida por um corpo qualquer, essa absorção ou emissão se dá nos átomos do corpo, comportando-se como um fluxo de partículas. Einstein propôs então que um fóton de frequência f tem uma energia dada pela equação:

E = f . h

Onde h é a constante de proporcionalidade (também conhecida como constante de Planck) e tem o valor de:

h = 6,63 x 10-34 J.s = 4,14 x 10-15 eV.s

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)