Alunos Online


Lei de Brewster

A lei de Brewster determina o ângulo de mesmo nome, que ocorre quando a soma dos ângulos de incidência e de refração totaliza 90°.

A lei de Brewster determina o chamado ângulo de Brewster, que é o ângulo de incidência. Esse ângulo, somado ao ângulo de refração de um raio de luz, resulta em um ângulo reto (90°). Na imagem abaixo, os ângulos θ1 e θ2 são, respectivamente, os ângulos de incidência e refração da luz. Caso a soma θ1 + θ2 seja igual a 90°, o ângulo θ1 será chamado de ângulo de Brewster.

Esse ângulo pode ser determinado em função dos índices de refração n1 e n2, por meio da seguinte relação:

Caso o meio de incidência da luz seja o ar ou o vácuo, podemos assumir que n1 será igual a 1, logo, a equação que determina o ângulo de Brewster pode ser reescrita na sua forma geral.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nessa forma geral, o índice n está representando o índice de refração n2.

Quando a luz incide em uma superfície sobre o ângulo de Brewster, ela poderá sofrer a polarização por reflexão, na qual o raio de luz refletido possui apenas um dos componentes do campo elétrico que o integra. Esse fenômeno pode ser observado na reflexão dos raios do Sol após a incidência em superfícies como vidro e água. Nos pontos de brilho intenso nessas reflexões, a luz está incidindo sobre o ângulo de Brewster e sofre polarização por reflexão.

Nos pontos de maior brilho, a luz está sofrendo polarização por reflexão após incidir sobre o ângulo de Brewster

Nos pontos de maior brilho, a luz está sofrendo polarização por reflexão após incidir sobre o ângulo de Brewster

Por: Joab Silas da Silva Júnior