Alunos Online


Lei fundamental dos movimentos

Em nossos estudos relacionados ao movimento de um objeto, vimos que a quantidade de movimento desse objeto varia somente quando ocorre variação de sua velocidade, como, por exemplo, em um jogo de vôlei (em que, após o bloqueio da bola, há variação em sua velocidade) e também na defesa de um pênalti. Embora a massa da bola permaneça constante, a variação da velocidade em módulo, direção ou sentido corresponde a uma variação em sua quantidade de movimento.

Sendo assim, podemos afirmar que a variação da quantidade de movimento da bola de vôlei pode ocorrer quando um jogador faz o bloqueio. Já na defesa do pênalti, ocorre com a ação do goleiro, que não deixa a bola entrar no gol. A explicação física para tais situações é a seguinte: a variação da quantidade de movimento de um objeto ocorre durante a interação entre este e outro objeto. Ou seja, essa interação se dá durante o tempo em que eles mantêm contato e se expressa pela ação de uma força.

A variação da quantidade de movimento que ocorre na ação de uma força depende do tempo durante o qual essa força atua sobre o objeto. Com base no mesmo raciocínio, é possível explicar a freada de um carro que anda com certa velocidade. Quanto maior a força aplicada pelos freios, menor será o tempo necessário para freá-lo e vice-versa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

De acordo com a equação abaixo, que pode expressar a lei fundamental dos movimentos, podemos confirmar a explicação dada no parágrafo anterior: se o intervalo de tempo, ou tempo de interação, é menor, o denominador da fração é menor. Consequentemente, para que a variação da quantidade de movimento seja a mesma, é necessário que a força seja maior.

A equação acima indica que a força e a variação da quantidade de movimento são grandezas vetoriais de mesma direção e mesmo sentido e que a unidade de força no SI é

Esse produto recebe o nome de newton (N).

Bloqueio da bola realizado por duas jogadoras e defesa de um pênalti

Bloqueio da bola realizado por duas jogadoras e defesa de um pênalti

Por: Domiciano Correa Marques da Silva