Missão Kepler

A missão Kepler tem por finalidade a descoberta de planetas que sejam semelhantes à Terra e que estejam em uma zona chamada de zona habitável.

Por Joab Silas da Silva Júnior
O objetivo da missão Kepler é a descoberta de novos mundos.
O objetivo da missão Kepler é a descoberta de novos mundos.
PUBLICIDADE

A Missão Kepler tem por finalidade a descoberta de novos planetas que estejam orbitando outras estrelas fora de nosso Sistema Solar. Para isso, a sonda Kepler – nome escolhido em homenagem ao astrônomo Johannes Kepler, que deu importantíssimas contribuições à ciência no século XVII – foi lançada com a função de encontrar esses novos mundos.

A sonda seguirá uma trajetória que corresponde à órbita da Terra ao redor do Sol, pois, assim, nosso planeta nunca estará na frente da sonda, impedindo as observações.

Objetivos da Missão Kepler

  • Determinar a abundância de planetas com características semelhantes às da Terra, que sejam maiores ou menores que nosso planeta e que estejam em uma zona habitável, ou seja, em uma distância de suas estrelas que permita a existência de água líquida;
  • Estimar o número de planetas existentes em sistemas múltiplos de estrelas;
  • Determinar o tamanho e a forma das órbitas desses planetas;
  • Determinar as características básicas dos planetas, tais como massa, densidade, tamanho, temperatura etc.;
  • Determinar as características das estrelas ao redor das quais esses planetas orbitam;
  • Identificar outros membros presentes nos sistemas solares, enxames de galáxias, supernovas etc.

Método de detecção

A sonda Kepler possui um equipamento chamado de fotômetro que é capaz de medir a intensidade luminosa. Quando o possível planeta passar na frente de sua estrela, a intensidade luminosa diminuirá ligeiramente e, então, a observação terá início.

A sonda Kepler possui uma massa de aproximadamente 1 tonelada e detectores de luz de 2200 x 1024 pixel.

Resultados obtidos até agora pela missão Kepler

  • Número de possíveis planetas detectados até agora: 4.302
  • Número de corpos que realmente são planetas: 1.284
  • Número de planetas rochosos semelhantes à Terra: 550
  • Número de planetas que estão na zona habitável: 9

 

Ilustração da Terra e o planeta Kepler-452b
Ilustração da Terra e o planeta Kepler-452b.

Em 2015, o planeta Kepler-452b foi descoberto. Esse astro está a 1400 anos-luz da Terra, possui uma massa 60% maior que a da Terra e está em uma zona habitável, isto é, em uma região que permite ao planeta possuir água no estado líquido.

DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Divisão binária
Por que a divisão binária é um tipo de reprodução assexuada?

..................................................

Tritongo
Você sabe identificar esse tipo de encontro vocálico?

..................................................