Alunos Online


Ondas periódicas

Uma onda periódica nada mais é do que uma sucessão de pulsos iguais. As ondas periódicas apresentam especial interesse, tanto pela facilidade de descrição, quanto pelas aplicações práticas. Analisaremos aqui as ondas periódicas unidimensionais.

Em uma onda periódica podemos destacar:

- amplitude da onda (A) – corresponde ao maior valor da elongação e está relacionada à energia transportada pela onda;

- frequência (f) – número de oscilações executadas por qualquer ponto da corda, por unidade de tempo;

- período (T) – intervalo de tempo de uma oscilação completa de qualquer ponto da corda;

- os pontos C1 e C2 são as cristas, e os pontos V1 e V2 são os vales;

- dois pontos estão em concordância de fase quando têm sempre o mesmo sentido de movimento;

- dois pontos estão em oposição de fase quando têm sempre sentidos de movimento opostos;

- genericamente, comprimento de onda (λ) é a menor distância entre dois pontos que vibram em concordância de fase; em particular, é a distância entre duas cristas ou dois vales consecutivos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sabemos então que, nas ondas, o que se desloca não é o meio, mas as cristas, os vales, assim como todas as outras fases. Por esse motivo, a velocidade de propagação da onda é também chamada de velocidade de fase.

A distância entre os pontos C1 e C2 é o comprimento de onda λ. Essa distância é percorrida pela onda no período T. Assim, temos: Δs = λ e Δt = T. Então, a velocidade de propagação da onda é dada por:

Como,

Obtemos:

A equação acima é comumente chamada de equação fundamental da ondulatória.

Aproveite para conferir as nossas videoaulas relacionadas ao assunto:

Ondas periódicas unidimensionais

Ondas periódicas unidimensionais

Por: Domiciano Correa Marques da Silva