Alunos Online


Polarização de ondas

Para produzir uma polarização de ondas, deve-se colocar um polarizador no meio do caminho de uma onda.

De acordo com a figura acima, temos uma onda produzida em uma corda. Essa onda consegue passar pela fenda F1 que possui a mesma direção de propagação da onda na corda. No entanto, essa mesma onda não consegue passar pela fenda F2 que tem uma direção perpendicular à direção de propagação da onda.

Podemos perceber algo semelhante acontecendo com a luz, que de certa forma é emitida em todas as direções. Então podemos dizer que campos elétricos são produzidos em todas as direções, mas sempre perpendiculares à direção de propagação.

Vejamos a figura abaixo, na qual uma fonte de luz emite ondas de luz que vibram em vários planos. Certos tipos de cristais são transparentes à luz, embora apresentem fendas paralelas pelo fato de os seus átomos terem uma certa organização. Então podemos perceber, pela figura, que só conseguem atravessar o primeiro cristal as ondas cujos planos de vibração coincidem com a direção dessas fendas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dessa forma, quando atravessam o cristal, essas ondas passam a vibrar num mesmo plano. Assim, dizemos que a luz está polarizada. Se na sequência de propagação a luz polarizada incidir sobre outro cristal, cujas fendas estejam perpendiculares à direção de propagação, não haverá passagem da luz pelo cristal.

A polarização é uma propriedade das ondas transversais. Já uma onda longitudinal atravessaria as duas fendas sem problemas.

Aproveite para conferir as nossas videoaulas relacionadas ao assunto:

Polarização de uma onda.

Polarização de uma onda.

Por: Domiciano Correa Marques da Silva