Alunos Online


Rompendo a barreira do som

Diz-se que um objeto rompe a barreira do som quando a sua velocidade ultrapassa a velocidade do som no ar, que é de 340 m/s.

A velocidade de propagação do som no ar, considerando-se as condições normais de temperatura e pressão, é de aproximadamente 340 m/s. Quando um objeto ultrapassa essa velocidade, ele é denominado de ultrassônico e diz-se que a barreira do som foi rompida.

Ao se movimentar com velocidade próxima à velocidade do som, a pressão sobre o ar na região dianteira da aeronave aumenta drasticamente. No momento em que a velocidade do som é ultrapassada, ouve-se um grande estrondo por causa da propagação de ondas sonoras. O aumento da pressão faz as moléculas da água e do ar se condensarem, por isso, forma-se uma “nuvem” ao redor da aeronave (veja a imagem do início do texto).

Primeiro voo supersônico

O primeiro voo supersônico ocorreu em 1947, quando o piloto estadunidense Chuck Yeager rompeu a barreira do som em uma manobra de queda livre com a aeronave Bell X-1.

Primeiras pessoas a romper a barreira do som com o próprio corpo

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em outubro de 2012, o austríaco Felix Baumgartner saltou de uma altura de aproximadamente 39 km. O tempo de queda até o chão foi de 4 minutos e 20 segundos. Nesse salto, o austríaco tornou-se a primeira pessoa a romper a barreira do som com o próprio corpo. Em 2014, Alan Eustace, executivo da Google, saltou de aproximadamente 41 km, batendo o recorde de Baumgartner e tornando-se o segundo homem a romper a barreira do som com o próprio corpo.

Momento em que a aeronave quebra a barreira do som

Momento em que a aeronave quebra a barreira do som

Por: Joab Silas da Silva Júnior