Alunos Online


Al-Qaeda

A Al-Qaeda é uma das maiores organizações terroristas do mundo e divide-se em várias células de organização.

Por: Rodolfo F. Alves Pena Bandeira com o símbolo da Al-Qaeda

Bandeira com o símbolo da Al-Qaeda

A Al-Qaeda – que, em árabe, significa “A Base” – é uma organização terrorista fundada por Osama Bin Laden (1957-2011) que tem como objetivo combater a influência da cultura ocidental sobre os países islâmicos e criar uma única nação muçulmana regida pela sharia (lei islâmica). Para isso, o grupo terrorista combate aquilo que considera como “governos árabes corruptos ou anti-islâmicos” por meio de uma jihad (guerra santa) travada em nível global para derrotar tanto os governos em questão quanto os seus aliados, principalmente os Estados Unidos.

O surgimento da Al-Qaeda aconteceu ao final da Guerra Fria, no Afeganistão, em 1989, logo após a retirada das tropas soviéticas do país em questão. O território afegão foi invadido pela URSS em 1979, invasão essa que contou com uma grande resistência local, comandada pelos mujahedins, que receberam apoio financeiro, militar e treinamento de diversos países árabes, além do Paquistão e dos Estados Unidos.

Após a saída das tropas soviéticas, o Afeganistão passou por uma disputa interna pelo controle do seu território, que acabou sendo vencida anos mais tarde pelo grupo Talibã. Bin Landen, por sua vez, retirou-se do país em direção ao Paquistão e, depois, para o Sudão. Em 1996, com a vitória dos Talibãs, ele fixou-se novamente no Afeganistão onde pôde melhor estruturar a atuação da Al-Qaeda em parceria com os mujahedins.

Diferentemente dos grupos terroristas e organizações criminosas em geral, a Al-Qaeda não possui um território ou uma base fixa. Ela divide-se em várias células, e muitas delas desfazem-se após a realização do ataque para formarem novas frentes em outras localidades. No entanto, existem autores especializados na história da Al-Qaeda e do terrorismo que contestam essa complexidade e o alto grau de organização e capilaridade que se acredita existir nessa organização terrorista. Além disso, em algumas versões, contesta-se o seu surgimento ao final da década de 1980, com indícios que apontam a utilização do nome “Al-Qaeda” durante boa parte da resistência à ocupação soviética no Afeganistão.

De toda forma, atualmente a Al-Qaeda é um dos grupos mais temidos do mundo. O atentato mais famoso já realizado pelo grupo foi o ataque terrorista de 11 de Setembro de 2001, nos Estados Unidos, que destruiu as Torres Gêmeas do World Trade Center e afetaram o pentágono. Esse ataque foi tão relevante politicamente que foi o único a ser sofrido pelos norte-americanos em seu território na era moderna, mesmo depois de o país ter se envolvido em duas guerras mundiais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dentre os vários outros ataques realizados pela Al-Qaeda, podemos destacar:

- 1993: Explosão de uma Van no estacionamento do World Trade Center, com seis mortos e mais de mil feridos.

- 1998: Ataque simultâneo a embaixadas dos Estados Unidos no Quênia e na Tanzânia, com um total de 224 mortos.

- 2000: Explosão de partes de um navio de guerra dos Estados Unidos no Iêmen, com 17 soldados mortos.

- 2002: Ato suicida em um hotel na cidade de Mombasa, no Quênia, com 13 mortos.

- 2002: Explosão de uma bomba em um resort, em Bali, Indonésia, com 200 mortos.

- 2004: Explosão de quatro trens com passageiros em Madrid, Espanha, com 191 mortos.

- 2005: Três explosões operadas por “homens-bomba” em um metrô e um ônibus em Londres, Inglaterra, com 56 mortos (incluindo quatro terroristas).

- 2008: Explosão de um carro-bomba na embaixada dinamarquesa em Islamabad, no Paquistão, com oito mortos.

- 2015: Ataque ao jornal Charlie Hebdo em Paris, França, com 12 mortos.

Atualmente, a célula mais ativa do grupo terrorista é a Al-Qaeda do Iêmen, que, inclusive, assumiu a autoria do último atentado do grupo em território francês. A Al-Qaeda da Península Arábica (como também é chamada a célula no Iêmen) é considerada bastante perigosa e letal em termos de estratégias e métodos para a realização de seus ataques.

Simpatizantes protestam contra a morte de Bin Laden na cidade de Quetta (Paquistão) em 2011 *
Simpatizantes protestam contra a morte de Bin Laden na cidade de Quetta (Paquistão) em 2011 *

Com a morte de Osama Bin Laden em maio de 2011, o líder atual da Al-Qaeda é Ayman al-Zawahiri, o que prova que a existência do grupo e sua efetividade em ataques jamais dependeram de Bin Landen para continuar existindo. Além de ser considerado o maior grupo terrorista da atualidade, a Al-Qaeda é também a responsável direta pela existência de outras duas organizações de atuação semelhante: o Estado Islâmico e o Boko Haram.

* Créditos da imagem: Asianet-Pakistan / Shutterstock.com