Alunos Online


Antártica

Por: Wagner de Cerqueria e Francisco A Antártica é coberta por uma espessa camada de gelo

A Antártica é coberta por uma espessa camada de gelo

Localizada na Zona Glacial Antártica (ao sul do Círculo Polar Antártico), a Antártica, também conhecida por Antártida, é o segundo menor continente, ocupando cerca de 14 milhões de quilômetros quadrados, o que corresponde a 8,9% da superfície terrestre. Porém, no inverno, com o congelamento das águas ao redor, esse continente pode atingir até 26 milhões de km². Seu território é coberto por uma espessa camada de gelo – estima-se que o volume de gelo seja de aproximadamente 30 milhões de quilômetros cúbicos.

A altitude média da Antártica é de aproximadamente 2 mil metros, com ventos que podem atingir mais de 250 quilômetros por hora. A temperatura varia entre 0 °C (no verão) e -80 °C (no inverno). Além de ser a região mais fria, a Antártica também registra a menor média pluviométrica do planeta (chuva). Essas condições climáticas são um grande empecilho para a fixação do ser humano. Nesse sentido, o continente é habitado por cerca de 800 pessoas durante o inverno e 4.000 durante o verão. A população é composta por pesquisadores de 27 países, inclusive por brasileiros, que compõem a base Comandante Ferraz. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A Antártica apresenta grande importância para o planeta, visto que ela abriga aproximadamente 70% das reservas de água-doce do planeta, que estão em forma de geleiras. No entanto, o aquecimento global tem provocado a redução dessa área – estudos comprovam que a Antártica perdeu 3 mil quilômetros quadrados de extensão em razão do aumento da temperatura terrestre.

As consequências do derretimento das geleiras são drásticas, pois esse processo ocasiona o aumento no nível dos oceanos e altera a temperatura das águas. Os resultados são o alagamento de cidades costeiras, desequilíbrio na cadeia alimentar marinha, redução da fauna marinha, entre outros fatores.

Conheça mais sobre esse continente através da leitura dos nossos artigos, que abordam os aspectos físicos, humanos e econômicos da Antártica.

Boa leitura!