Alunos Online


A pesca artesanal e comercial nos oceanos

Os oceanos são de extrema importância para os seres vivos, primeiramente por abrigar uma imensa variedade de vida e também por contribuir com as condições climáticas do planeta. Para o homem, as águas marinhas oferecem muitos recursos, como o sal, além de servir de via de transporte e fonte de renda por meio do turismo. Suas águas abrigam uma imensa variedade de peixes que são pescados em diferentes pontos do planeta. A pesca pode ter duas finalidades: subsistência ou comercialização; além de ser executada das seguintes maneiras: artesanal ou comercial.

Pesca artesanal: o resultado dessa atividade extrativa, ou seja, o peixe, é consumido pela família do pescador, o excedente é comercializado no mercado local. Geralmente a quantidade de pescado é pequena, isso se deve à precariedade dos instrumentos usados na pesca. As embarcações são pequenas sem locais resfriados para armazenamento, as técnicas e os instrumentos são rudimentares e as redes são confeccionadas pelo próprio pescador.

Pesca comercial: apresenta uma elevada produtividade, tem como finalidade a comercialização em larga escala. A pesca comercial obtém uma grande produção em razão do conjunto de equipamentos modernos que se faz uso. Os barcos são modernos e munidos de GPS, radares, câmera fria para armazenamento, redes enormes e muitos outros. Apesar da elevada produtividade, esse tipo de pesca produz reflexos negativos no ambiente marinho, isso porque não há uma seletividade dos pescados, desse modo, são retirados peixes de tamanhos pequenos, além de crustáceos. Fato que pode comprometer a reprodução da fauna marinha e alterar o equilíbrio desse ecossistema.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Pesca predatória.

Pesca predatória.

Por: Eduardo de Freitas