Alunos Online


Dinâmica dos setores da economia

Os setores da economia dividem-se em primário, secundário e terciário. A lógica de predomínio de cada setor na economia depende da conjuntura de cada país.

A economia apresenta uma dinâmica muito complexa, com diversas atividades que se interligam para a realização da produção e a arrecadação nos diferentes tipos de atividade. Para fins de facilitar os estudos e auxiliar no ensino de economia, dividiram-se as atividades em três setores da economia distintos: primário, secundário e terciário.

Setor primário: é o setor responsável pela produção de alimentos e matérias-primas, engloba a produção agrícola, a exploração dos recursos naturais, como a mineração, bem como a caça e a pesca.

Setor secundário: é o setor caracterizado pela produção industrial, bem como a construção civil e a produção de energia.

Setor terciário: é o setor mais amplo da economia atualmente, é caracterizado pelas atividades comerciais e pelas prestações de serviço (educação, comunicação, transporte, finanças, saúde, lazer, administração pública, entre outros).

A atuação dos três setores na economia

Muitos países subdesenvolvidos são conhecidos pela excessiva dependência da produção e exportação de matérias-primas, como a soja, o açúcar, alguns tipos de minérios, dentre outros. Em razão dessa predominância de atividades referentes ao setor primário, são chamados de países de economia primária. Porém, mesmo nesses países, observa-se uma diminuição desse setor na geração de emprego, em face da mecanização do setor de produção e alimentos.

Colheita de Arroz no Vietnã. O país é ainda muito dependente desse tipo de exportação e emprega muitos trabalhadores no setor primário
Colheita de Arroz no Vietnã. O país é ainda muito dependente desse tipo de exportação e emprega muitos trabalhadores no setor primário

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nos países ditos emergentes, bem como nos países desenvolvidos, observa-se a predominância do setor terciário, uma vez que a mecanização dos setores primário e secundário acarretou na diminuição do emprego nesses setores e o direcionamento da massa de trabalhadores para os setores terciários. A grande diferença entre os emergentes e os desenvolvidos é que, nos primeiros, boa parte da força de trabalho se desloca para os trabalhos informais e autônomos.

Vendedor ambulante em praia do Rio de Janeiro. O trabalho informal cresceu muito nos países emergentes.¹
Vendedor ambulante em praia do Rio de Janeiro. O trabalho informal cresceu muito nos países emergentes.¹

O processo de crescimento e predominância do setor terciário é chamado de terciarização da economia. Esse processo se consolida, sobretudo, pela atual tendência de se desvincular, dentro de um setor ou empresa, boa parte dos serviços internamente realizados.

Exemplo: uma indústria que antes contratava funcionário para limpeza e segurança das suas fábricas, agora terceiriza esse serviço para que seja realizado por outra empresa especializada. Tal procedimento acarreta na precarização do trabalho, uma vez que o empregado contratado por uma empresa terceirizada recebe menos e possui piores condições do que teria se tivesse sido contratado pela indústria ou corporação na qual realiza as suas atividades.

¹ Fonte: africa924 e Shutterstock

A economia realiza suas atividades em três setores distintos, o primário, o secundário e o terciário

A economia realiza suas atividades em três setores distintos, o primário, o secundário e o terciário

Por: Rodolfo F. Alves Pena