Alunos Online


Fatores locacionais da indústria

Os fatores locacionais da indústria determinam ou interferem no processo de distribuição das fábricas pelo espaço geográfico.

Por: Rodolfo F. Alves Pena Área industrial na cidade de Offenburg, Alemanha

Área industrial na cidade de Offenburg, Alemanha

O processo de industrialização das sociedades configura-se como um dos mais importantes elementos de produção e transformação do espaço geográfico. Geralmente, a instalação de uma indústria em uma determinada localidade acarreta impactos como o crescimento da urbanização, a migração da população em busca de trabalho, o crescimento dos serviços e do comércio local, entre outros.

No entanto, os fatores que condicionam a instalação de uma indústria não são aleatórios. Existem vários interesses por partes dos empresários, que objetivam, principalmente, a obtenção de lucro e o maior corte possível de gastos, levando em consideração a eficiência da produção e do transporte para a rápida obtenção das matérias-primas e escoamento das mercadorias.

Assim sendo, é preciso compreender os fatores locacionais das indústrias, que são justamente o conjunto de fatores que determina a localização industrial. Em resumo, esses elementos são:

a) Mão de obra barata e/ou qualificada: as indústrias, geralmente, procuram instalar-se em localidades que disponham de uma mão de obra em grande quantidade e barata, mas também com as qualificações necessárias para garantir o bom funcionamento da produção. Sendo assim, os gastos com salários e custos com trabalhadores serão menores e a obtenção de lucro elevar-se-á.

b) Matérias-primas: é importante que as matérias-primas, na localidade de instalação das indústrias, estejam sempre disponíveis pela proximidade de sua oferta ou pela facilidade de transporte. Afinal, não faz muito sentido uma empresa instalar a sua fábrica em locais em que as matérias-primas que serão utilizadas demorem muito para chegar.

c) Transportes: a região escolhida para a instalação de indústrias precisa apresentar um sistema articulado de transportes que permita o rápido fluxo de mercadorias e materiais, em geral, das indústrias. Em muitos casos, os municípios criam polos industriais ou áreas especiais em locais estratégicos para facilitar a logística da produção.

d) Disponibilidade energética: um dos principais elementos que determinam a distribuição das indústrias é a oferta adequada de energia, pois áreas em que a oferta energética é limitada tendem a atrair menos investimentos privados em razão do risco de perdas na produção em função de eventuais apagões.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

e) Incentivos fiscais: em muitos casos, os governos federais, estaduais ou municipais oferecem incentivos fiscais para as empresas traduzidos em diminuição ou isenção de impostos, o que costuma atrair muitas indústrias. No Brasil, essa prática gerou uma competição entre estados e regiões que pretendiam receber grandes empresas, em um processo que ficou conhecido como “guerra fiscal” ou “guerra dos lugares”.

f) Mercado consumidor: muitas empresas, a depender do produto comercializado ou fabricado, procuram áreas ou países em que exista um amplo mercado consumidor facilmente disponível, o que gera mais lucro com a comercialização dos produtos tanto no atacado quanto no varejo.

g) Rede de serviços e indústrias afins: alguns tipos de indústrias precisam sempre de manutenção ou renovação de seus equipamentos, de modo que precisam ter em torno de si uma série de outras empresas que ofereçam os serviços de que necessitam. Por esse motivo, muitas fábricas de um mesmo ramo instalam-se próximas entre si, mesmo sendo concorrentes no mercado.

h) Ciência e Tecnologia: empresas de determinados setores – como o farmoquímico ou o automobilístico –, preferem migrar para áreas que possuem universidades e centros de pesquisa que ofereçam perspectivas de evolução na produção, tanto na oferta de trabalhadores qualificados quanto em melhorias nos conhecimentos e no processo de fabricação em si.

Portanto, como podemos notar, são variados e múltiplos os processos que determinam a localização industrial. Esses fatores locacionais são muito valorizados por administrações públicas, sobretudo de cidades, países ou áreas que necessitam dinamizar suas economias por meio da inserção de seus territórios na dinâmica fabril e comercial.