Alunos Online


Manto Terrestre

O manto terrestre é a segunda camada da Terra, localizada abaixo da crosta do planeta. Costuma ser dividido em manto superior e manto inferior.

Por: Rodolfo F. Alves Pena O manto terrestre é a maior entre as camadas do planeta

O manto terrestre é a maior entre as camadas do planeta

O manto terrestre, que é uma camada interna da Terra localizada entre a crosta e o núcleo, está envolvido, acima, pela descontinuidade de Mohorovicic e, abaixo, pela descontinuidade de Gutenberg. É conhecido por ser a maior e mais volumosa entre as camadas do planeta, apresentando mais de 85% do volume total da Terra.

A profundidade do manto terrestre inicia-se por volta dos 70 km e pode atingir até os 2900 nas áreas próximas ao núcleo externo. Em razão da elevada pressão interna e também do calor oriundo do centro do planeta, as temperaturas do manto podem alcançar valores próximos dos 2000ºC.

Em termos de classificação, subdivide-se essa camada em manto superior e manto inferior.

O manto superior estende-se até por volta dos 400 km e nele se encontra uma camada que chamamos de astenosfera, onde o magma circula de maneira cíclica, formando as chamadas células de convecção no interior da Terra. Essas são as principais responsáveis pela movimentação das placas tectônicas na crosta terrestre.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O manto superior apresenta uma composição mais fluida, em razão das maiores temperaturas. Estima-se que essa camada apresente uma grande quantidade de ferro em sua composição química, o que eleva a sua densidade. Além disso, há uma grande presença de silicatos ferromagnesianos (ferro e magnésio) e também de silicatos cálcio-aluminosos, tornando-os os minerais mais abundantes da Terra, embora não estejam presentes na crosta terrestre.

O ser humano jamais conseguiu alcançar o manto terrestre, tanto pelas elevadas profundidades quanto pelas acentuadas temperaturas que se acirram assim que se elevam as profundidades. Por esse motivo, tudo o que se sabe sobre essa camada foi obtido a partir de análises químicas de rochas vulcânicas e também com base nos abalos sísmicos oriundos do interior do planeta por intermédio da utilização de um aparelho chamado sismógrafo.