Alunos Online


Orogênese e Epirogênese

Orogênese e epirogênese são tipos de movimentos tectônicos que se diferenciam pela direção em que eles ocorrem.

Por: Rodolfo F. Alves Pena As cadeias montanhosas são formadas por movimentos orogenéticos

As cadeias montanhosas são formadas por movimentos orogenéticos

Sabemos que a crosta terrestre encontra-se compartimentada em inúmeros blocos, conhecidos como placas tectônicas. Estas, graças aos movimentos de convecção do magma terrestre, encontram-se em constantes movimentos, que ocorrem de diversas formas e, conforme se manifestam, provocam diferentes consequências.

Para melhor compreender os movimentos tectônicos, bem como os processos a eles relacionados, os cientistas classificaram-nos em duas formas diferentes, chamadas de movimentos orogenéticos e epirogenéticos ou, simplesmente, orogênese e epirogênese.

Orogênese: é quando os movimentos tectônicos ocorrem horizontalmente, sendo responsáveis pela constituição das cadeias montanhosas (observe o esquema abaixo). A palavra orogênese deriva de oro (montanhas) e gênese (formação). Além das cadeias de montanhas e dobramentos no relevo, a orogenia também é responsável pelo surgimento das falhas geológicas.

Esquema de orogênese no encontro entre duas placas tectônicas

Esquema de orogênese no encontro entre duas placas tectônicas

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A orogênese costuma acontecer em uma velocidade elevada (em comparação com as demais transformações terrestres) e ocorrem em terrenos ou regiões geologicamente recentes e, por isso, instáveis.

Epirogênese: é quando os movimentos tectônicos ocorrem verticalmente, não provocando falhas geológicas. Quando esse deslocamento vertical ocorre para cima, é chamado de soerguimento e, quando para baixo, é chamado de subsidência.

Esquema de um movimento epirogenético de soerguimento
Esquema de um movimento epirogenético de soerguimento

Esquema de um movimento epirogenético de subsidência
Esquema de um movimento epirogenético de subsidência

Ao contrário da orogênese, a epirogênese costuma se manifestar em formações geologicamente antigas e estáveis, sendo um processo mais lento e gradual, de difícil análise e mensuração, uma vez que a sua incidência é mais frequente em áreas continentais, longe das bordas das placas tectônicas.