Alunos Online


Planetas rochosos

Os planetas rochosos do Sistema Solar são aqueles que apresentam uma estrutura sólida em sua superfície. São também chamados de planetas telúricos.

Por: Rodolfo F. Alves Pena Os planetas rochosos do sistema solar são Mercúrio, Vênus, Terra e Marte

Os planetas rochosos do sistema solar são Mercúrio, Vênus, Terra e Marte

O nosso Sistema Solar é formado por um conjunto de oito planetas, além de alguns outros planetas anões e também outros corpos celestes variados, tendo o sol como a estrela principal, sobre a qual a maior parte de tais corpos orbita. Para fins de melhor compreensão desse sistema, os planetas são classificados em rochosos e gasosos.

Os planetas rochosos, também chamados de planetas telúricos, são aqueles formados essencialmente por rochas, apresentando, portanto, formas de relevo muito bem definidas. Não por acaso, eles são os quatro planetas mais próximos do sol, o que lhes garante uma temperatura suficiente para manter a maior parte dos gases e compostos químicos na forma gasosa.

Os quatro planetas rochosos do sistema solar são, em ordem de proximidade ao sol: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

Mercúrio – é o planeta localizado mais próximo do Sol e também o menor do sistema solar, com um raio de 2440 km. Apesar de estar mais próximo do sol, Mercúrio não é o planeta mais quente, apresentando temperaturas na superfície bastante variáveis, mas que podem alcançar os 427ºC. A principal peculiaridade de Mercúrio é que esse planeta apresenta o maior núcleo proporcional à massa, o que teria sido fruto de uma colisão com algum corpo celeste há bilhões de anos, o que, inclusive, deixou sua rotação muito mais lenta (equivalente a 59 rotações terrestres).

Vênus – é o segundo planeta em relação ao Sol, sendo por muitos considerado o “irmão da Terra”. Possui um diâmetro praticamente igual ao do nosso planeta, com 6.051 km, tendo sido formado na mesma época e a partir da mesma nebulosa que deu origem à Terra. Sua atmosfera é bastante pesada, com uma grande quantidade de gases e uma pressão do ar 90 vezes mais forte do que a terrestre. É o planeta mais quente do sistema solar.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Terra – é o único planeta do Sistema Solar que apresenta condições para o desenvolvimento de vida, com água na forma líquida, uma atmosfera com gases apropriados e temperaturas amenas, além de uma litosfera adequada. O nosso planeta possui sua superfície composta por cerca de 70% de água e 30% de terras emersas, apresentando uma crosta terrestre seccionada em várias placas tectônicas, que, por sua vez, são responsáveis pelo dinamismo das formas de relevo, que também é alterado por outros fatores, como as chuvas, os seres vivos e os ventos. Possui um raio de 6.371 km e é o maior entre os planetas rochosos.

Marte – é o planeta rochoso mais distante do sol, sendo também o segundo menor do Sistema Solar, com um raio de 3.390 km. É conhecido como “planeta vermelho” em razão da coloração do óxido de ferro, que é oriundo do basalto vulcânico que compõe a maior parte de sua superfície. É em Marte que se encontra a maior montanha do Sistema Solar, o Olympus Mons, um vulcão extinto com cerca de 27 km de altitude, três vezes maior que o Everest.

Os planetas rochosos do Sistema Solar são alvo de muitos estudos por parte de astrônomos, astrofísicos e até de astrobiólogos, com a tentativa de obterem mais informações, ampliar os conhecimentos científicos e, até mesmo, conhecer mais a Terra através da planetologia comparada.