Alunos Online


Regiões do mundo

Em razão da diversidade de características do espaço mundial, é possível dividi-lo de diferentes maneiras, surgindo, assim, as diversas regiões do mundo.

Por: Thamires Olimpia Silva A Regionalização socioeconômica do mundo classifica os países com base no desenvolvimento econômico e na qualidade de vida de sua população

A Regionalização socioeconômica do mundo classifica os países com base no desenvolvimento econômico e na qualidade de vida de sua população

Para facilitar a compreensão e o controle sobre espaço, muitas vezes é necessário regionalizá-lo, ou seja, dividi-lo em partes menores que permitam uma análise e uma gestão adequada do espaço. Um exemplo disso é a divisão do Brasil em diversas regiões, pois por possuir dimensões continentais e diferentes características naturais, sociais e econômicas em seu território, a adoção de políticas públicas gerais, que atenda a todas as regiões, é dificultada; sendo necessário, em muitos casos, adotar medidas específicas para cada região. Uma política de controle da seca, por exemplo, pode ser adequada para o nordeste, mas dificilmente será necessária na região norte. Assim, a regionalização só é possível quando observadas diferentes características em um mesmo espaço, que permitam a sua divisão e classificação em diferentes regiões. Ao conjunto de características adotadas para se definir regiões mundiais damos o nome de Critérios.

No decorrer da história da humanidade o espaço mundial foi dividido em diversos tipos de regionalização, que seguiram diferentes critérios e foram estabelecidos ora de forma teórica para classificar o espaço mundial, de acordo com suas características, ora através de conflitos e tensões mundiais, que definiram territórios, demarcaram fronteiras e regionalizaram o espaço mundial. Dentre os tipos de regionalização mais utilizadas pela Geografia temos:

  • A divisão regional por Continentes: divide o planeta em seis grandes porções continentais: África, América, Antártica, Ásia, Europa e Oceania. Nessa perspectiva, o principal critério para dividir o mundo são grandes porções de terra, cercadas por água, conhecidas como Continentes.

  • A regionalização em blocos continentais ou Regiões eurocêntricas do mundo: Que regionaliza o mundo a partir de uma visão europeia, ou seja, da forma com que intelectuais europeus enxergavam o mundo. Essa regionalização divide o mundo em três principais regiões: Velho mundo (refere-se ao mundo conhecido pelos europeus desde a antiguidade); Novo mundo (refere-se ao continente Americano “descoberto” pelos europeus no século XVI) e Novíssimo mundo (refere-se à Oceania, última área a ser colonizada pelos europeus).

  • As grandes regiões naturais: O planeta Terra possui diferentes características naturais que permitem uma regionalização de acordo com critérios ambientais. Assim, uma das regionalizações mais utilizadas na Geografia é a divisão do planeta a partir de suas zonas climáticas: Zonas Polares, Zonas Temperadas e Zonas Tropicais, Regiões Desérticas e Altas Montanhas.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • As grandes regiões culturais: Outra regionalização bastante utilizada a partir do século XX é a divisão do mundo a partir das grandes civilizações: Ocidental, Islâmica, Hindu ou Indiana, Chinesa e Negro-Africanas. Apesar de essa classificação ser usual, é importante ressaltar que nenhuma dessas civilizações são homogêneas, elas possuem subtipos, conflitos ou rivalidades internas.

  • As Regiões socioeconômicas do mundo: Essa classificação foi bastante utilizada durante o período conhecido como Guerra Fria, pois levava em consideração a situação econômica, política e social dos países diante da divisão bipolar do mundo, dividindo o mundo em três regiões: Países de primeiro mundo – Países capitalistas desenvolvidos, formados, principalmente, pelos Estados Unidos e países da Europa ocidental; Países de segundo mundo - Formado por países socialistas que tinham como principal representante a União Soviética; Países de terceiro Mundo – Países subdesenvolvidos, como por exemplo os países da África, da América latina etc. Com a crise no mundo socialista essa forma de regionalização entrou em desuso, sendo substituída pela regionalização do país em países do Norte e Países do Sul.

  • A regionalização norte-sul: Esse tipo de classificação também leva em consideração a situação econômica, política e social dos países. Mas como o mundo socialista entrou em colapso após o fim da União soviética em 1991, essa classificação divide o mundo, a partir do seu grau de desenvolvimento, em: Países do norte - os países altamente desenvolvidos e Industrializados, como por exemplo Estados Unidos, Alemanha, França etc; e Países do sul – abrangendo os países subdesenvolvidos, como República Democrática do Congo, Libéria, Níger e países que se encontram em desenvolvimento, como o México e o Brasil.

A Regionalização norte-sul divide os países em países desenvolvidos (azul) e subdesenvolvidos (vermelho)
A Regionalização norte-sul divide os países em países desenvolvidos (azul) e subdesenvolvidos (vermelho)

Além desses tipos de regionalização, existem ainda uma série de outras classificações do espaço mundial, pois, por ser uma porção espacial grande, possui diversas características, permitindo assim diferentes classificações.