Alunos Online


Regionalização socioeconômica do mundo

A regionalização socioeconômica do mundo busca classificar os países com base no desenvolvimento econômico e na qualidade de vida social.

Por: Rodolfo F. Alves Pena A regionalização socioeconômica procura classificar os países com base no desenvolvimento

A regionalização socioeconômica procura classificar os países com base no desenvolvimento

Regionalizar significa segmentar ou classificar uma dada área do espaço geográfico ou do meio natural conforme um critério previamente estabelecido. Essa forma de conceber o espaço em que vivemos é útil para melhor compreendermos algumas de suas particularidades e a reprodução de um mesmo fenômeno em diferentes localidades.

Uma desses critérios utilizados é o sociopolítico e financeiro, que é empregado na regionalização socioeconômica do mundo. Essa classificação baseia-se nos padrões atuais de qualidade de vida e consistência econômica entre os países. Em geral, esse tipo de regionalização costuma obedecer às fronteiras nacionais, ou seja, não qualifica as diferenças socioespaciais no âmbito econômico das áreas pertencentes a uma mesma unidade territorial.

Essa forma de regionalização mudou conforme as transformações políticas no âmbito internacional. Durante a Guerra Fria, quando o mundo via-se inserido em uma ordem mundial bipolar, realizava-se a seguinte divisão:

Países de Primeiro Mundo – países capitalistas desenvolvidos, basicamente formados por Estados Unidos, Europa e Austrália, além de alguns outros territórios.

Países de Segundo Mundo – países autodeclarados socialistas e que se estabeleceram com base em uma economia planificada, ou seja, sob o total controle do Estado.

Países de Terceiro Mundo – países subdesenvolvidos ou periféricos, ou os “países não alinhados”, embora praticamente todos se inserissem no sistema capitalista e economia de mercado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Com a queda do Muro de Berlim, o esfacelamento da União Soviética e o consequente declínio do chamado segundo mundo, a classificação acima perdeu o sentido. Além disso, alguns critérios foram adicionados, levando a questão para o âmbito puramente econômico e social, abandonando o extrato político.

Assim, hoje, a regionalização do mundo na Nova Ordem Mundial costuma ser operada da seguinte forma: o norte desenvolvido e o sul subdesenvolvido.

Regionalização norte-sul do mundo conforme fatores econômicos
Regionalização norte-sul do mundo conforme fatores econômicos

Observe no mapa acima que a regionalização norte-sul do mundo não contempla a oposição entre os hemisférios correspondentes, pois existem países localizados no norte geográfico que se encontram no sul subdesenvolvido e vice-versa. É importante considerar que, entre os países do sul, há certa pluralidade envolvendo os países emergentes de economia industrializada – como Brasil, Índia, China e México – e os países periféricos essencialmente rurais, como alguns territórios na América Central e na África Subsaariana.