Alunos Online


Tipos de ilhas

Todos os ambientes aquáticos podem ter a ocorrência de ilhas. Conhecer os tipos de ilha, sua origem e formação auxilia na compreensão desse tipo de paisagem.

Por: Amarolina Ribeiro As ilhas formadas em lagos resultam do processo de deposição de material durante um período de tempo.

As ilhas formadas em lagos resultam do processo de deposição de material durante um período de tempo.

Ilha é qualquer porção de terras emersas cercada de água por todos os lados. Com base nesse conceito, podemos entender de maneira equivocada que todas as terras emersas do planeta são ilhas. No entanto, para separar o que é uma ilha do que é um continente, convencionou-se dizer que a Austrália é o menor dos continentes e que a Groenlândia é a maior ilha. Qualquer porção de terra cercada de água maior que a Austrália é considerada um continente. Do mesmo modo, qualquer porção de terra cercada de água menor que a Groenlândia é uma ilha.

Existem milhares, talvez milhões de ilhas que cabem na classificação citada. Para fins didáticos e de pesquisa, vamos categorizar as ilhas em relação à sua origem e localização. 

Ilhas vulcânicas

As ilhas vulcânicas têm sua origem na consolidação do magma no assoalho oceânico. Vulcões marinhos entram em erupção e expelem por milhares de anos e de maneira contínua considerável quantidade de lava, que vai se acumulando até alcançar a superfície, formando, assim, ilhas.

Veja na imagem a seguir como ocorre a formação de uma ilha vulcânica:


 

Ilhas continentais

As ilhas continentais formam-se, em geral, quando a parte que faz a ligação com o continente é erodida e fica submersa. É como se “o braço” que ligava a ilha ao continente se “desprendesse”, formando um ponto isolado. Além do processo de erosão, movimentações tectônicas também podem formar ilhas continentais.

Ilhas fluviais

As ilhas fluviais, como o nome sugere, são aquelas formadas em um curso d'água – rio, córrego, riacho – ou na confluência de dois ou mais rios. Existem também as ilhas classificadas como fluviomarinhas. Nestas, um dos seus lados é banhado pela água de um rio, e o outro lado, pela água do mar. É o caso da Ilha do Marajó, no extremo norte do Brasil.

Ilhas lacustres

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As ilhas formadas em lagos ou lagoas – as chamadas ilhas lacustres – possuem, geralmente, uma formação distinta dos outros tipos de ilha, pois surgem pela deposição de sedimentos no leito do lago. O material acumulado atinge a superfície e forma os bancos de areia. A depender das condições naturais, esses bancos de areia podem chegar, com o tempo, a se expandir e até abrigar plantas e animais.

Ilhas de coral

As ilhas coralíneas, como o próprio nome indica, são formadas de recifes de corais. É um tipo de formação menos comum. Seu desenvolvimento ocorre quando recifes de corais fixam-se sobre rochas submersas. Nessas rochas, os corais depositam os seus esqueletos e dão origem às chamadas rochas coralíneas. São elas que formam os recifes e também as ilhas de forma circular conhecidas como atóis.


Os esqueletos dos corais depositados sobre a rocha dão origem às ilhas coralíneas.

Ilhas artificiais

Em países com alta concentração de pessoas e escassez de espaço para construção de determinados equipamentos urbanos ou industriais, a opção encontrada tem sido avançar sobre o mar. Para isso, em alguns lugares do mundo, foram construídas ilhas artificiais, especialmente para construção de aeroportos. Trata-se da mão humana fazendo uso da tecnologia não apenas para modificar, mas, nesse caso, para construir o espaço geográfico.

A seguir veja a imagem de uma ilha artificial construída no Japão, em Kobe, com o objetivo principal de abrigar um aeroporto.


O desenvolvimento da tecnologia e a necessidade de utilização de espaço em alguns países originaram as ilhas artificiais.