Alunos Online


Tsunami

Um tsunami é resultado, quase sempre, de abruptos processos tectônicos que atuam em áreas oceânicas.

O relevo do planeta Terra, tanto em sua porção continental quanto em sua área oceânica, não é estático, mas um meio dinâmico, isto é, que está em constante processo de transformação. Muitas vezes, essas metamorfoses ocorrem em um longo período de tempo, mas, em outros momentos, elas são um pouco mais abruptas, como é o caso dos tsunamis.

Os tsunamis, que costumam também ser chamados de maremotos, são grandes ondas oceânicas que atingem as áreas litorâneas e, dependendo da intensidade, podem causar grande caos e destruição por onde passam. Algumas fontes consideram os maremotos e tsunamis como palavras sinônimas, mas, em outras, os primeiros seriam as ondas causadas pelos tremores nas áreas marinhas, enquanto os segundos seriam as ondas que atingem a costa.

Como se formam os tsunamis?

Os tsunamis são causados pela atividade tectônica em áreas oceânicas. Basicamente, quando ocorre uma interação entre duas placas tectônicas, causando um terremoto de elevada intensidade em um relevo marinho, há como consequência a formação de uma grande onda que se propaga rapidamente. Essa onda gigante pode tornar-se ainda maior quando se aproxima de zonas litorâneas, configurando a expressão de um tsunami que invade as áreas continentais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Observe o esquema a seguir:

Esquema da ocorrência de um tsunami
Esquema da ocorrência de um tsunami

Quando um tsunami está em formação, ou seja, quando a sua onda gigantesca está erguendo-se, a tendência é haver um rápido recuo das águas nas praias próximas, como se fosse uma grande maré baixa. Isso ocorre porque a formação da grande onda “puxa” as águas ao seu redor. Assim, quando as águas litorâneas diminuírem de forma rápida e sem uma explicação aparente, pode ser um indício de que está acontecendo um forte maremoto.

Existem casos de tsunamis que não são causados por terremotos ou atividades tectônicas, porém são muito mais raros. Esses podem acontecer por uma avalanche no relevo submarino ou pela queda de um grande objeto sobre mar, como um asteroide, algo que é improvável e possível de ser previsto com uma maior antecedência.

Os tsunamis tornaram-se uma causa frequente de desastres naturais

Os tsunamis tornaram-se uma causa frequente de desastres naturais

Por: Rodolfo F. Alves Pena