Alunos Online


Duplo poder na Rússia revolucionária

Por: Tales Pinto Selo representando o pronunciamento de Lênin. O líder bolchevique foi um dos impulsionadores do poder dos sovietes.*

Selo representando o pronunciamento de Lênin. O líder bolchevique foi um dos impulsionadores do poder dos sovietes.*

Entre a Revolução de Fevereiro e a Revolução de Outubro de 1917 vigorou um processo conhecido como duplo poder na Rússia. Esta denominação estava ligada ao fato de ter havido nesse período a existência de duas instituições paralelas que exerciam o poder em solo russo, o Governo Provisório e os sovietes.

A Revolução de Fevereiro ocorreu após manifestações populares que exigiam a retirada do país da I Guerra Mundial e soluções para a fome que afligia boa parte da população russa. O resultado dessas manifestações foi a queda da monarquia controlada pela dinastia dos Romanov e a instauração de um Governo Provisório, comandado inicialmente pelo príncipe Lvov e, posteriormente, por Alexander Kerensky.  Este fato pôs fim ao czarismo na Rússia e abriu espaço para os liberais russos comandarem o poder de Estado, abarcando setores da burguesia e da aristocracia.

Com essa formação, o Governo Provisório representava duas classes, a burguesia e a aristocracia, não atendendo ainda às reivindicações das classes camponesa e operária, que pediam o fim da participação na guerra e a distribuição de terras. A base de sustentação do Governo Provisório era a Duma, o parlamento que existia sob a monarquia czarista.

Paralelamente ao Governo Provisório foram constituídos os sovietes (em russo, soviete significa conselho), uma espécie de órgão pelo qual os trabalhadores exerciam funções políticas e sociais, através de ações executivas e legislativas. Os primeiros sovietes foram criados ainda na Revolução de 1905, na cidade de Petrogrado, com o nome de Sovietes de Deputados Operários. Com o mesmo objetivo de servir como centro de organização dos trabalhadores, o soviete de Petrogrado ressurgiu em março de 1917. Semanas após o surgimento, passou também a ter representação dos soldados.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os sovietes eram compostos por delegados eleitos em determinada fábrica ou regimento, de acordo com certo número de membros, que variava de acordo com o local em que existia o soviete. Esses conselhos existiam também dentro das próprias fábricas, em alguns locais com o nome de comitês de fábrica, exercendo funções de controle da produção, além de contato e troca de mercadorias entre distintas unidades de produção, principalmente após o abandono delas pelos patrões.

Esse processo de formação e fortalecimento dos sovietes ocorreu entre os meses de fevereiro e outubro de 1917. Aos poucos, os sovietes foram sendo formados em vários locais da Rússia, inclusive nos campos, com a participação dos camponeses.

Uma instituição representativa da burguesia e dos latifundiários, no Governo Provisório, e uma instituição representativa dos trabalhadores, soldados e camponeses, nos sovietes, afirmaram a ocorrência de um duplo poder na Rússia durante esse período. A situação revolucionária iria levar o partido bolchevique a apoiar os sovietes e a reclamar todo o poder. Com a formação da Guarda Vermelha, dentro do soviete de Petrogrado, os membros do partido bolchevique puderam tomar o poder de Estado em 25 de outubro de 1917.

* Crédito da Imagem: Georgios Kollidas  e Shutterstock.com