Alunos Online


Fascismo na Itália

Por: Demercino José Silva Júnior Benito Mussolini, líder fascista que implantou um regime totalitário e opressor, na Itália.

Benito Mussolini, líder fascista que implantou um regime totalitário e opressor, na Itália.

Em 1918, a Primeira Guerra Mundial terminava. A Itália, mesmo vitoriosa no conflito, mergulhava em uma grande crise econômica. Os italianos, vivenciando altos índices de desemprego, fome e miséria, precisavam de algo para se apoiarem e se reerguerem. Nesse mesmo contexto surgiu a crescente dos movimentos socialistas, inspirados pela Revolução Russa. O fascismo, movimento contrário ao operariado, encontrou grande apoio populacional para se estabilizar. Liderado por Benito Mussolini, os fascistas defendiam a opressão ao socialismo, a fim de fortalecer a política capitalista e, consequentemente, promover o crescimento econômico.

A ideologia fascista pregava o total controle do Estado sob a sociedade. No âmbito educacional, implantou a educação militar nas escolas e adotou um livro didático único. O que era uma esperança se tornou um martírio para os italianos. Mussolini implantou uma ditadura na Itália, repreendendo os manifestantes com ações violentas de seu exército, os camisas-negras. Cada vez mais seduzido pelo poder, Il Duce (em italiano, Líder) se uniu com outros ditadores (Hitler, na Alemanha e Stálin, na Rússia) para discutirem a implantação de um regime totalitário na Europa.

O símbolo fascista consistia em uma machadinha envolta por um feixe de varas. O feixe significava a união italiana em torno de seu líder. A machadinha significava o poder e a repreensão. Ou seja: ou a adesão à ideologia, ou a morte. A doutrina fascista encontrou simpatizantes pelo mundo, inclusive no Brasil, influenciando o primeiro governo de Getúlio Vargas.

No ano de 1940, a Itália entrou na Segunda Guerra Mundial, que se iniciou um ano antes. Atordoada, a Itália relutava contra uma derrota que já se mostrava ser iminente. Em 1943, Mussolini foi encarcerado na prisão de Gran Sasso. No mesmo ano, auxiliado por tropas nazistas, conseguiu fugir e retomar o comando das tropas fascistas na Grande Guerra. Dois anos depois foi preso novamente e executado por guerrilheiros italianos antifascistas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Aproveite para conferir nossa videoaula relacionada ao assunto: