Alunos Online


Guerra da Indochina

A Guerra da Indochina foi o embate das forças vietnamitas em busca da independência e do fim do domínio colonial francês na região chamada de Indochina Francesa.

Por: Daniel Neves Silva Ho Chi Minh foi o líder dos Vietminh na luta contra o domínio colonial dos franceses *

Ho Chi Minh foi o líder dos Vietminh na luta contra o domínio colonial dos franceses *

A Guerra da Indochina foi um conflito que ocorreu entre 1946 e 1954, em que forças vietnamitas (Vietminh) lutaram pelo fim do domínio colonial dos franceses na Indochina Francesa. Com o fim dessa guerra, Laos, Camboja, Vietnã do Norte e Vietnã do Sul tornaram-se nações independentes.

Antecedentes do conflito

A região conhecida como Indochina Francesa era um território colonial que havia sido ocupado gradativamente pelos franceses durante o século XIX. Ela incluía em seu território os reinos de Laos e Camboja e os três reinos vietnamitas: Tonquim (norte), Annam (centro) e Conchinchina (sul). Além desses territórios, o protetorado de Guangzhouwan (cedido pelos chineses) também compunha a Indochina Francesa.

O domínio dos franceses na Indochina havia sido interrompido em 1940, quando a região foi atacada pelos japoneses durante a Segunda Guerra Mundial. Esse ataque à região aconteceu porque os japoneses queriam fechar uma rota utilizada pelos chineses para receber armamentos dos americanos na Segunda Guerra sino-japonesa (1937-1945).

A insatisfação com os anos do domínio colonial dos franceses, aliada à brutalidade do domínio japonês, provocou o início de movimentos nacionalistas que lutavam por autonomia. Assim, a partir do fortalecimento do nacionalismo vietnamita, surgiu a Liga Revolucionária para a Independência do Vietnã, mais conhecida como Vietminh.

O Vietminh aliou-se com americanos e chineses na Segunda Guerra e atuou na resistência aos invasores japoneses e franceses. Com o fim da guerra, os Aliados decidiram, durante a Conferência de Potsdam, dividir o Vietnã em duas zonas de influência: uma chinesa, ao norte, e outra britânica, ao sul. A divisão foi delimitada no paralelo 17ºN.

Assim que essa divisão foi instituída, o Vietminh declarou a fundação de um governo republicano no norte do Vietnã. O governo do Vietminh considerou Hanói como sua capital, e o país passou a ser governado por Ho Chi Minh. Os franceses, que estavam instalados no sul, acabaram iniciando um conflito no norte em dezembro de 1946, quando atacaram o porto norte-vietnamita de Haiphong.

Guerra da Indochina

Assim que a guerra começou, os franceses estabeleceram o seu domínio sobre Tonquim, no norte do Vietnã, com a presença de 200 mil soldados. O exército francês era composto, sobretudo, de soldados das tropas coloniais: argelinos, marroquinos, cambojanos etc. As tropas do Vietminh, incapazes de manter um confronto aberto contra as tropas francesas, adotaram a estratégia de guerrilha.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A guerra de guerrilha promovida pelo Vietminh incluía sabotagens e ataques de alta intensidade, acompanhados de fugas estratégicas, que tinham o objetivo de desgastar o inimigo pouco a pouco. O comandante das tropas do Vietminh, e responsável pela estratégia nos combates, era Vo Nguyen Giap.

A partir de 1949, com a Revolução Chinesa, os guerrilheiros vietnamitas passaram a receber um importante apoio de soviéticos e chineses (agora também comunistas). O apoio sino-soviético aos vietnamitas foi vital na luta contra os franceses. A França, por sua vez, contava com o apoio dos Estados Unidos, o qual estava cada vez mais preocupado com o avanço do comunismo no Sudeste Asiático.

A longa duração do conflito e a pressão popular na França para a retirada de suas tropas colocaram o governo francês contra a parede. Assim, procurando o enfraquecimento efetivo dos vietnamitas, os comandantes franceses optaram por levar os combates para Dien Bien Phu, uma pequena cidade no norte do Vietnã.

A batalha em Dien Bien Phu foi um grande fracasso para os franceses, que foram duramente derrotados e tiveram cerca de dois mil mortos (as forças francesas eram compostas por dezesseis mil soldados no total). Com a derrota, os franceses abandonaram a cidade de Dien Bien Phu e resolveram negociar a paz com os vietnamitas.

Independência do Vietnã

Com a derrota em Dien Bien Phu, os franceses negociaram o cessar-fogo durante a Conferência de Genebra, que ocorreu em 1954. Nessa conferência, foi decidido o fim do domínio colonial francês na Indochina e decretada a independência de Laos, Camboja e do Vietnã, que foi dividido em duas entidades, Vietnã do Norte e Vietnã do Sul.

Além disso, decidiu-se nessa conferência que a delimitação da divisão do Vietnã permaneceria no paralelo 17, com o governo comunista no Vietnã do Norte, liderado por Ho Chi Minh, e o governo existente no Vietnã do Sul, liderado por Bao Dai (o qual foi sucedido por Ngo Diem Dinh). Propôs-se ainda, nessa ocasião, que a unificação do país aconteceria após os resultados das eleições de 1955.

A tensão existente entre os dois governos, inflada pelo clima bipolar do período da Guerra Fria, acabou levando a um novo conflito na região a partir de 1959: a Guerra do Vietnã.

*Créditos da imagem: Jorisvo e Shutterstock