Alunos Online


Macartismo

Por: Adriano Lesme O senador norte-americano Joseph McCarthy criou, na década de 1950, a política anticomunista que ficou conhecida como macartismo

O senador norte-americano Joseph McCarthy criou, na década de 1950, a política anticomunista que ficou conhecida como macartismo

Com o fim da II Guerra Mundial, em 1945, dois países prevaleceram como potências econômicas e bélicas: os Estados Unidos da América, representando o sistema capitalista; e a Rússia, representando o comunismo. A partir de então, teve início um conflito mundialmente conhecido como Guerra Fria (1945 -1989).

A Guerra Fria consistiu na bipolarização mundial entre os países que representavam o bloco capitalista e os que representavam o bloco comunista. Esses dois blocos foram protagonistas de uma guerra ideológica, baseada na propaganda. Durante essa guerra, o mundo viveu intensas ameaças nucleares e constantes corridas armamentistas.

Na década de 1950, houve nos Estados Unidos da América uma política intensa anticomunista. O senador norte-americano Joseph McCarthy instituiu uma campanha de perseguição aos comunistas em território estadunidense que ficou conhecida como macartismo. McCarthy afirmava que nos Estados Unidos estariam milhares de comunistas infiltrados, agentes soviéticos agindo como espiões, articulando algum movimento contra o país. O senador, reivindicando o patriotismo, solicitava em forma de apelo para que a sociedade estadunidense delatasse os comunistas.

No ano de 1950, o físico inglês Klaus Fuchs, membro da equipe dos Estados Unidos que pesquisava a energia atômica, foi duramente perseguido pelo FBI. A perseguição ocorreu quando se descobriu que o físico era membro do partido comunista – o governo norte-americano acusava-o de repassar informações para os soviéticos.

Com a ascensão do macartismo nos Estados Unidos, diversos atores e músicos foram perseguidos e acusados de serem comunistas. O ator e diretor britânico Charles Chaplin foi uma das pessoas que sofreram duramente com o macartismo. Acusado de propagar a ideologia comunista e criticar o capitalismo em seus filmes, foi expulso dos Estados Unidos e teve seus bens materiais todos confiscados pelo governo. Outras pessoas que sofreram com o macartismo tiveram um fim trágico, muitas se suicidaram e outras ficaram na absoluta miséria.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A política anticomunista iniciada pelo macartismo influenciou vários conflitos posteriores, nos quais os norte-americanos estavam envolvidos diretamente (com tropas militares) ou indiretamente (financiando ditaduras economicamente e belicamente). Um desses conflitos ocorreu em 1950, na Coreia, que se encontrava dividida (Coreia do Norte sob influência comunista chinesa e soviética; e a Coreia do Sul influenciada pelos Estados Unidos). Na guerra da Coreia aproximadamente dois milhões de pessoas morreram e a situação territorial coreana continuou a mesma após a guerra.

A Guerra do Vietnã (1964-1975) também ocorreu sob influência da política macartista. O Vietnã estava dividido (Vietnã do Norte, comunista, sob a liderança de Ho Chi Minh; e o Vietnã do Sul, financiado pelos capitais norte-americanos), mas, ao contrário do que ocorreu na Coreia, os vietnamitas causaram uma das maiores derrotas do exército estadunidense no século XX. Mesmo assim, milhões de vietnamitas e norte-americanos perderam suas vidas.

A Guerra Fria acabou em 1989 com a queda do muro de Berlim, mas a ideologia capitalista ainda prevalece no mundo globalizado e os Estados Unidos continuam empreendendo guerras: deixaram a Ásia de lado em troca do Oriente Médio.


Aproveite para conferir nossa videoaula relacionada ao assunto: