Alunos Online


NASA - National Aeronautics and Space Administration

Por: Rainer Sousa NASA, a principal agência responsável pela exploração do espaço.

NASA, a principal agência responsável pela exploração do espaço.

Fim da Segunda Guerra Mundial, o mundo entra na chamada Ordem Bipolar e, com isso, EUA e União Soviética começam a disputar pela influência política nos confins do mundo, certo? Errado! Mais do que incitar conflitos e expandir seus modelos de desenvolvimento, essas duas nações travaram uma enorme guerra simbólica, onde tecnologia, esporte e cultura também foram inseridos na “fria guerra” entre comunistas e capitalistas.

Um dos mais interessantes episódios dessa epopéia aconteceu quando, em outubro de 1957, as agências militares norte-americanas ficaram boquiabertas com o “bipe” emitido pelo satélite soviético Sputnik-1. O sinal dado pelo bem sucedido projeto dos socialistas serviu para os Estados Unidos se apressarem na criação da “National Aeronautics and Space Administration”, instituída em 29 de julho de 1958, pelo então presidente Dwight Eisenhower.

Mais conhecida como NASA, a agência espacial norte-americana tinha como primeira missão alcançar o progresso conquistado pelos soviéticos. Em poucos meses os cientistas da NASA apresentaram o projeto de lançamento da sonda espacial Pionner 1. A pressa em querer se igualar à tecnologia comunista acabou fazendo com que essa primeira tentativa fosse, literalmente, pelo espaço. Em contrapartida, o projeto espacial da União Soviética dava mais um importante passo ao lançar a cadela Kudriavka.

Em 1961, o governo de Nikita Khrushchov consolidava a conquista do espaço com o lançamento do primeiro vôo tripulado em torno da Terra. Enquanto Yuri Gagarin confirmava que a Terra era azul, os norte-americanos resolveram jogar todas suas fichas no desafio de levar o homem à Lua. No ano de 1967, os norte-americanos ainda tiveram seu projeto ameçado com o trágico acidente com o foguete Apolo 1, onde três austronautas perderam a vida.

Todavia, dois anos mais tarde, as pretensões dos Estados Unidos foram finalmente concretizadas com a chegada da Apolo 11 à Lua. Tida como a mais importante conquista espacial do século XX, a chegada ao solo lunar foi transmitida pelas televisões de todo o mundo. A partir de então, a NASA tornou-se absoluta nas pesquisas e projetos de exploração espacial. Ao longo de sua história, a agência foi responsável pelo gasto de 428 trilhões de dólares.

Nas décadas de 1970 e 1980, a NASA desenvolveu novos tipos de satélites e veículos espaciais reutilizáveis. Nesse período, a disputa simbólica perdeu força com a desestruturação da economia soviética. Em abril de 1990, a instalação do telescópio Hubble foi capaz de capturar imagens e fornecer um grande volume de informações sobre o espaço sideral. Tantas conquistas foram interrompidas quando, em 2003, sete astronautas morreram com a desintegração da nave Columbia na atmosfera terrestre.

Depois disso, novas pesquisas tentam viabilizar uma segunda ida do Homem à Lua e a exploração da superfície do planeta Marte. Passadas mais de 152 missões espaciais – onde já lançou 379 astronautas – a NASA ainda busca ampliar os limites da tecnologia e da ambição humana. Segundo as últimas projeções fixadas pela própria agência, grandes projetos serão implantados entre as décadas de 2010 e 2020.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)