Alunos Online


Relação entre o decímetro cúbico e o litro

A relação entre o decímetro cúbico (dm3) e o litro (L) é a seguinte:1 l = 1 dm3.

Para medirmos a capacidade, podemos utilizar o metro cúbico e o litro. Recorde que:

  • O metro cúbico, no Sistema Internacional de Unidade (SI), é a unidade fundamental para o cálculo do volume/capacidade. Refere-se à quantidade de espaço ocupada por um corpo e possui múltiplos e submúltiplos, que estão descritos na tabela a seguir:

  • O litro no Sistema Internacional de Unidades (SI) não é a unidade oficial para medir volume/capacidade, mas, mesmo assim, é bastante usado em referência ao volume interno. Os múltiplos e submúltiplos do litro estão representados a seguir:

Com o metro cúbico, conseguimos mensurar as estruturas sólidas; com o litro, medimos o que é líquido. Como litro e metro cúbico medem capacidade, podemos relacionar o litro (L) a um dos submúltiplos do metro cúbico (m3), que é o decímetro cúbico (dm3). Dessa relação, temos a seguinte condição:

1 L = 1 dm3

Portanto, em 1 dm3, cabe um litro de água e vice-versa.

Para compreender melhor a relação estabelecida, vamos resolver alguns exemplos:

Exemplo 1: A vazão de uma torneira para encher uma jarra foi de 0,001 m3. Calcule quantos litros de água essa jarra possui.

Devemos transformar a vazão de 0,001 m3 para dm3:

0,001 x 1000 dm3 = 1 dm3

Como 1 L = 1 dm3, então, na jarra, há um litro de água.

Exemplo 2: Uma garrafa com 1 m3 de capacidade possui quantos litros (L) de água?

1 m3 = 1 m x 1 m x 1 m

Pela relação de transformação do metro linear, temos que: 1 m = 10 dm.

Então, 1 m3 pode ser escrito da seguinte forma:

1 m3 = 10 dm x 10 dm x 10 dm = 1000 dm3
1 m3 = 1000 dm3, logo 1000 dm3 =1000 L

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Resposta final: Sendo assim, em uma garrafa com 1 m3 de água, cabe 1000 litros.

Exemplo 3: Em uma casa, o consumo de água no mês de fevereiro foi de 45 m3. Calcule quantos litros de água foram consumidos.

Como 1 m3 = 1000 dm3, então: 45 m3 = 45 x 1000 dm3 = 45000 dm3. Concluímos que:

45 m3 = 45000 dm3

Temos agora que transformar 45000 dm3 em litros. Para que isso seja possível, vamos aplicar a seguinte relação:1 dm3 = 1 L, logo:

45000 dm3 = 45000 L

Resposta final: Foram consumidos 45000 L de água.

Exemplo 4: Um poço artesiano no formato de um prisma retangular possui 5 metros de comprimento, 3 de largura e 10 metros de profundidade. Calcule quantos litros de água são necessários para que esse poço fique totalmente cheio.

Inicialmente devemos calcular o volume do poço. Para isso, aplique a fórmula:

V = c . h . l
V = volume = ?
c = comprimento = 5 m
h = altura = profundidade = 10 m
l = largura = 3 m

Substituindo os valores na fórmula, temos:

V = c . h . l
V = 5 m . 10 m . 3 m
V = 150 m3

Devemos agora transformar 150 m3 em dm3. Para isso, aplique a relação: 1 m3 = 1000 dm3

150 m3 = 150 . 1000 dm3 = 150000 dm3
150 m3 = 150000 dm3

Para saber a quantidade de litros que são necessários para que o poço fique cheio, utilize a relação: 1 L = 1000 dm3. Sendo assim:

150000 dm3 = 150000 L

Resposta final: São necessários 150000 L de água para que o poço fique totalmente cheio.

O consumo de água e o volume de uma jarra relacionam-se, pois ambos são mensurados pelas medidas de capacidade

O consumo de água e o volume de uma jarra relacionam-se, pois ambos são mensurados pelas medidas de capacidade

Por: Naysa Crystine Nogueira Oliveira