Alunos Online


Agente da passiva

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte O agente da passiva é considerado como o elemento que executa a ação expressa pelo verbo flexionado na voz passiva

O agente da passiva é considerado como o elemento que executa a ação expressa pelo verbo flexionado na voz passiva

Estudar as características relacionadas ao agente da passiva convida-nos a relembrar alguns aspectos voltados a uma das flexões inerentes à classe dos verbos, sendo esta expressa por:

Voz ativa – O menino leu o livro – o sujeito é agente.  

Voz passiva – O livro foi lido pelo menino – o sujeito é paciente.

Assim sendo, o agente da passiva nada mais é do que o executor do processo verbal, estando esse flexionado na voz passiva. Dessa forma, mediante o exemplo acima citado, analisemos outra vez:

O livro foi lido pelo menino.

Constatamos que a voz passiva se forma com a presença de um verbo auxiliar conjugado (“foi”), seguido de um verbo transitivo direto ou transitivo direto e indireto, expresso no particípio (“lido”). Nesse contexto, constatamos ainda que o menino é quem executa o processo verbal – o de ler o livro, razão pela qual é chamado de agente. Eis o principal pressuposto que norteia o assunto em questão.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Compreendidos tais conceitos, vejamos agora outros exemplos:  

A professora entregou as provas.
As provas foram entregues pela professora.   (agente da passiva)

Nós realizamos a pesquisa.
A pesquisa foi realizada por nós.   (agente da passiva)

Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto: