Alunos Online


Ditongo

Ditongo é o encontro de uma vogal com uma semivogal ou uma de semivogal com uma vogal em uma mesma sílaba.

Por: Mariana Rigonatto O ditongo em destaque é nasal decrescente. Saiba mais no texto!

O ditongo em destaque é nasal decrescente. Saiba mais no texto!

Observe a pronúncia das palavras a seguir:

quarto

caixa

feixe

Ao realizarmos a sonorização dessas palavras, temos a presença de duas sílabas em cada uma:

quar-to

cai-xa

fei-xe

Além disso, é possível notar que as primeiras sílabas são compostas de um encontro vocálico:

quar-

cai-

fei-

Analisando esse encontro, percebe-se que uma vogal possui maior tonicidade do que a outra. Assim, em “quar-”, a vogal “a” é mais forte do que “u”. Em “cai”, a vogal “a” é mais forte do que “i”. E, em “fei-”, a vogal “e” é mais forte do que “i”. Isso ocorre porque os sons vocálicos mais fortes dão base para a existência da sílaba e são classificados, por isso, como vogais propriamente ditas. Já os sons mais fracos apoiam-se nas vogais para constituírem a sílaba, mas recebem a classificação de semivogais. Dessa forma, nas sílabas “quar-” e “cai-”, o “a” é uma vogal e o “i” é uma semivogal. Já em “fei-”, “e” é uma vogal e “i” é uma semivogal.

Para ampliar esse conceito,vamos comparar mais duas palavras:

(1) Pais

(2) País

Você consegue perceber a diferença na pronúncia dessas palavras? Veja:

Pais

Pa-ís

Em (1), temos a presença de uma vogal (“a”) e de uma semivogal (“i”), que constituem a mesma e única sílaba da palavra. Já em (2), os sons vocálicos separam-se em sílabas diferentes e possuem ambos uma tonicidade forte o suficiente para dar base às sílabas nas quais estão contidos, ou seja, nessa palavra, “a” e “i” são vogais.

Dessa forma, podemos conceituar que:

  • As vogais i e u são chamadas de semivogais quando acompanham uma outra vogal e, portanto, são assilábicas;

  • As vogais são a base sonora de uma sílaba. São elas que possuem o som mais forte e, portanto, são silábicas.

Supridos desses conhecimentos, podemos agora voltar ao encontro vocálico presente nos exemplos de palavras que iniciaram o nosso estudo. Trata-se do encontro conhecido como DITONGO, que pode ser estruturado das seguintes formas:

a) vogal + semivogal

pai

b) semivogal + vogal

água

A partir dessa estrutura, o ditongo recebe classificações distintas:

Classificação

Definição

Exemplo

Ditongo decrescente

Quando a vogal vem em primeiro lugar

Vai

(vogal + semivogal)

Ditongo crescente

Quando a semivogal vem em primeiro lugar

Frequente

(semivogal + vogal)

Além disso, é possível ainda distinguir os ditongos de acordo com a natureza oral ou nasal dos elementos que os compõem:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

a) Ditongos orais: são aqueles que possuem o som aberto das vogais.

Principais ditongos orais crescentes

/ya/

pátria, área

/ye/ - (=yi)

cárie

/yé/

Dieta

/yo/

- vário, áureo

/yó/

- mandioca

/yô/

-piolho

/yu/

- mdo

/wa/

- água, mágoa

/wi/

- linguiça

/wó/

- quiproq

/wô/

- aquoso

/wo/ (=uu)

- oblíquo

/wê/

- coelho

/wé/

- equestre, goela

 

Principais ditongos orais decrescentes

/ay/

Pai

/aw/

- mau

/êy/

- sei

/éy/

- papéis

/êw/

- seu

/éw/

- céu

/iw/

- viu

/ôy/

- noite

/óy/

Herói

/ôw/

- vou

/uy/

- azuis

b) Ditongos nasais – são aqueles que possuem a vogal e a semivogal nasalizadas.

Principais ditongos nasais crescentes

/yã/

- criança

/wã/

- quando

/wê/

- frequente

/w?/

- moinho

 

Principais ditongos nasais decrescentes

/ãy/

- mãe

/ãw/

- mão

/?y/

- vem

/õy/

- sermões

/?y/

- muito

Carregando...