Alunos Online


Empregando corretamente a letra Z

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte Encontra-se relacionada a circunstâncias linguísticas específicas

Encontra-se relacionada a circunstâncias linguísticas específicas

Dúvidas em relação ao emprego dessa letra? Pode ter certeza de que se trata de uma corriqueira ocorrência entre grande parte dos usuários.

Mas, enfim, há uma solução definitiva para tal? Longe de quaisquer controvérsias, a verdade é que há sim recursos dos quais podemos usufruir no intento de sanar esses “inevitáveis” obstáculos, como por exemplo, o hábito que adquirimos pelas constantes leituras e, sobretudo, a prática da escrita, visto que tais posicionamentos nos auxiliam quanto ao aperfeiçoamento do nosso léxico, assim como também aprimoram nossa competência linguística.

Mediante essas afirmações, é inegável a necessidade de sempre recorrermos a algum material de consulta, sempre que necessário for, no intuito de nos familiarizarmos com as questões relacionadas à ortografia das palavras. Para tanto, algumas dicas seguem elucidadas, tendo em vista o emprego inerente à letra “Z”:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essa se encontra relacionada às seguintes circunstâncias:


* Mediante o emprego de verbos constituídos pelo sufixo “-izar”, desde que a palavra primitiva não seja constituída pela letra “s”:

atual - atualizar
economia – economizar
frágil – fragilizar
fiscal- fiscalizar
terror – aterrorizar...

Atenção aos seguintes casos que representam exceções:

catequese – catequizar
hipnose - hipnotizar

síntese – sintetizar...


* Nos substantivos abstratos derivados de adjetivos:

embriaguez – embriagado
lucidez – lúcido
rigidez – rígido
solidez – sólido...


* Nos sufixos formadores de aumentativos e diminutivos:

copo – copázio
flor – florzinha
homem – homenzinho
rapaz – rapazote...



* Diante do sufixo “-triz” formador de femininos:

atriz
embaixatriz
imperatriz...