Alunos Online


Flexão e classificação dos verbos

Quanto à flexão, a classificação dos verbos depende do modo como essas palavras são conjugadas, seguindo ou não o paradigma estabelecido para a sua conjugação.

Por: Mariana Rigonatto Os verbos impessoais como o verbo “chover” são classificados como defectivos por alguns gramáticos

Os verbos impessoais como o verbo “chover” são classificados como defectivos por alguns gramáticos

Observe a conjugação dos verbos abaixo:

Verbo partir no presente do indicativo

eu parto

tu partes

ele parte

nós partimos

vós partis

eles partem

Verbo ir no presente do indicativo

eu vou

tu vais

ele vai

nós vamos

vós ides

eles vão

Verbo falir no presente do indicativo

-

-

-

nós falimos

vós falis

-

Comparando a conjugação desses três verbos, percebemos que existem particularidades que os diferenciam, não é mesmo? Enquanto o verbo partir flexiona-se conforme o paradigma da 3ª conjugação, o verbo ir sofre uma modificação em seu radical, afastando-se desse paradigma ao qual também pertence. Por fim, o verbo falir diferencia-se dos demais porque não possui algumas formas de conjugação.

Devido a essas particularidades quanto à flexão dos verbos, eles podem ser classificados em:

a) Verbos regulares: possuem flexão de acordo com o modelo que representa o tipo comum da conjugação.

Exemplos:

Verbo cantar no presente do indicativo

eu canto

tu cantas

ele canta

nós cantamos

vós cantais

eles cantam

Verbo amar no presente do indicativo

eu amo

tu amas

ele ama

nós amamos

vós amais

eles amam

Perceba que esses dois verbos, cantar e amar, seguem o mesmo paradigma da 1ª conjugação.

Observe agora na 2ª conjugação:

Verbo vender no presente do indicativo

eu vendo

tu vendes

ele vende

nós vendemos

vós vendeis

eles vendem

Verbo aprender no presente do indicativo

eu aprendo

tu aprendes

ele aprende

nós aprendemos

vós aprendeis

eles aprendem

eles vendem

Por fim, observe a 3ª conjugação:

Verbo partir no presente do indicativo

eu parto

tu partes

ele parte

nós partimos

vós partis

eles partem

Verbo cumprir no presente do indicativo

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

eu cumpro

tu cumpres

ele cumpre

nós cumprimos

vós cumpris

eles cumprem

Assim, os verbos acima são classificados como regulares por seguirem o modelo das conjugações a que pertencem.

b) verbos irregulares: são aqueles que não seguem o paradigma da conjugação a que pertencem.

Compare a conjugação dos verbos abaixo:

Verbo cantar no presente do indicativo

eu canto

tu cantas

ele canta

nós cantamos

vós cantais

eles cantam

Verbo dar no presente do indicativo

eu dou

tu dás

ele dá

nós damos

vós dais

eles dão

Como já sabemos, o verbo cantar é regular porque segue o modelo da 1ª conjugação. Ao compará-lo com o verbo dar, é possível notar que este último sofre uma modificação em seu radical, afastando-se, assim, do modelo representado pelo verbo regular. Assim, dar é classificado quanto à flexão como um verbo irregular.

c) verbos defectivos: são aqueles que não possuem certas formas em sua conjugação.

Retomando o verbo falir apresentado no início do texto, vemos que ele possui apenas a conjugação na 1ª e 2ª pessoas do plural:

Verbo falir no presente do indicativo

-

-

-

nós falimos

vós falis

-

Veja mais um exemplo desse tipo:

Verbo doer no presente do indicativo

-

-

ele dói

-

-

eles doem

É importante ressaltar que alguns gramáticos classificam os verbos unipessoais como verbos defectivos.

d) verbos abundantes: são verbos que possuem duas ou mais formas equivalentes. Normalmente, essa equivalência ocorre no particípio.

Verbo aceitar no particípio

aceitado – aceito – aceite

Verbo entregar no particípio

entregado – entregue

Verbo matar no particípio

matado – morto