Alunos Online


Locuções prepositivas

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte A recorrência de alguns desvios também se relaciona às locuções prepositivas

A recorrência de alguns desvios também se relaciona às locuções prepositivas

Antes de focarmos acerca dos pontos que demarcam tal assunto, voltemos nossa atenção para os enunciados que seguem – por sinal, amplamente recorrentes na linguagem cotidiana:



Tal proposta teve como finalidade apontar acerca de um importante aspecto que norteia nosso posicionamento enquanto usuários da língua – o fato de sermos regidos por um sistema único, padrão, comum a todos. Desse modo, torna-se inegável a importância de estarmos bem atentos quanto ao nosso discurso, sobretudo quando se trata de situações formais de interlocução.

Assim, voltando aos enunciados, podemos constatar algumas irregularidades que representam os possíveis desvios que eventualmente cometemos, sobretudo no que se refere a uma das classes de palavras – representada pelas preposições. No caso em evidência, trata-se das locuções prepositivas, manifestadas pelo conjunto de duas palavras que representam a mesma função da classe apontada.
Dessa forma, o artigo em questão tem por finalidade retratar alguns casos representativos, tidos como inadequados e retratar as reais circunstâncias, ora tidas como corretas. Sendo assim, comecemos pelos exemplos acima que, uma vez retificados, resultariam em:
 
Fizemos um investimento em longo prazo.

Em  nível de competência, os jogadores demonstraram sua falta de habilidade.    



Constatemos outros que também integram essa mesma ocorrência:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)