Alunos Online


O plural dos substantivos terminados em -ão

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte Tal ocorrência linguística se relaciona a casos específicos

Tal ocorrência linguística se relaciona a casos específicos

Longe de quaisquer questionamentos acerca dos postulados gramaticais, o fato é que há um número considerável de substantivos terminados em “-ão”, os quais possuem formas próprias quando evidenciados no plural.

Desta forma, no intuito de conhecê-los melhor, sobretudo no que se refere a algumas mudanças (algumas demarcadas por simples troca de terminações e outras por acréscimos), analisemos, pois, os casos que representam tal ocorrência linguística. 


Os substantivos terminados em “-ão” flexionam-se de três maneiras:


* Grande parte muda a referida terminação para “- ões”:



Integrando este grupo também estão os aumentativos, tais como:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

casarão – casarões
chapelão – chapelões
espertalhão – espertalhões
narigão – narigões
rapagão – rapagões
vozeirão- vozeirões


* Alguns deles mudam a terminação para “-ães”:




* Alguns paroxítonos terminados em “-ão”, e ainda alguns oxítonos e monossílabos, têm sua forma pluralizada somente pelo acréscimo do “s”.  



Há que se ressaltar acerca de mais uma particularidade, expressa por:


* Alguns substantivos admitem mais de uma forma:


aldeão – aldeãos / aldeões / aldeães
anão – anões / anãos
cirurgião – cirurgiões / cirurgiães
guardião – guardiões / guardiães
sacristão – sacristãos / sacristães
verão – verões / verãos
vulcão – vulcãos / vulcões.