Alunos Online


Objeto direto preposicionado

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte O objeto direto preposicionado se constitui do uso da preposição

O objeto direto preposicionado se constitui do uso da preposição

Objeto direto preposicionado... Mas como? Se a característica que fundamenta o objeto direto reside no fato de ele complementar o sentido de verbos transitivos diretos, sobretudo SEM O EMPREGO DA PREPOSIÇÃO.

Caro usuário, acredite: em se tratando dos fatos que norteiam a língua, não raras as vezes nos deparamos com conceitos que nem sempre vigoram como estáticos, cristalizados – razão pela qual tantos e tantos questionamentos tendem a rondar rotineiramente.

Mas vamos ao que realmente interessa, ou seja, certificar-se acerca do fato em questão: por que o objeto direto também se caracteriza, também assume a função de preposicionado? Constatemos, pois, as circunstâncias em que ele assim se manifesta:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

# Em casos de pronome indefinido:

O barulho atrapalhou a todos ali presentes.

# Em casos relacionados a substantivo que remete a pessoas:

Não prejudique ao irmão.

# Fazendo menção à ideia de parte, porção:

Tomamos de sua bebida enquanto conversávamos.

# No sentido de evitar a ambiguidade:

Agradeceu aos convidados o anfitrião.

# Diante de pronome pessoal oblíquo tônico:

Não insultes a mim.