Alunos Online


Os substantivos e sua flexão de número

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte O número refere-se ao singular e plural

O número refere-se ao singular e plural

Referindo-nos ao número dos substantivos, constatamos que este se encontra diretamente relacionado à forma expressa no singular (referindo-se a um único ser ou a um conjunto de seres) e à forma expressa no plural (a qual se refere a mais de um ser ou a um conjunto de seres).

Não obstante, tal ocorrência também apresenta suas marcas notórias, estando elas, obviamente, submetidas a regras pré-estabelecidas pelos compêndios gramaticais. Em razão disso, faz-se necessário estarmos cientes de suas reais características, no sentido de retratá-las sempre que necessário for, levando em consideração as distintas circunstâncias em que fazemos uso da linguagem. Para tanto, o artigo que ora se evidencia tem por finalidade apontar acerca destas peculiaridades, evidenciadas mediante os casos subsequentes:


* No caso dos substantivos terminados em vogal, ditongo oral ou ditongo nasal (-ãe), acrescenta-se a desinência “s”.


menino – meninos
sofá – sofás
lei - leis
herói - heróis
mãe – mães...


* Para aqueles terminados em “-m” , substitui-se tal letra por “n”, acrescida da letra “s”.


jardim – jardins
álbum – álbuns
som – sons
atum – atuns...


* Os substantivos terminados em “r” e “z” têm seu plural formado pelo acréscimo da terminação “-es”.


rapaz - rapazes
ator – atores
mar – mares
cruz – cruzes...


# Em se tratando deste grupo, destacamos os casos relacionados a: caráter, júnior, sênior- os quais se referem a caracteres – juniores e seniores, formas em que constatamos o deslocamento da sílaba tônica.



* Os substantivos oxítonos terminados em “-il” trocam o “l” pelo “s”, e os paroxítonos trocam essa terminação por “-eis”.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


fóssil - fósseis
réptil – répteis
barril – barris
funil – funis...


* Aqueles terminados em “n” têm seu plural formado pelo acréscimo do “s” ou pela terminação “-es”.


abdômen – abdômens ou abdômenes
hífen – hifens ou hífenes
líquen – liquens ou líquenes


* Os substantivos terminados em “-al”, “-el”, “-ol” e “-ul” formam o plural por meio da transformação do “l” pela terminação “-is”.


canal – canais
anzol – anzóis
papel – papéis
álcool – álcoois...


* Aqueles terminados em “x”, ao se conceberem como invariáveis, apenas demarcam sua flexão levando em conta a presença de um determinante.


o tórax/ os tórax
um clímax/uns clímax


* No caso dos substantivos formados pelo acréscimo do sufixo “-zinho”, a flexão é demarcada tanto na terminação do substantivo (com posterior supressão do “-s”) primitivo quanto na terminação do sufixo.


balãozinho – balõezinhos
papelzinho – papeizinhos
florzinha – florezinhas
pãozinho – pãezinhos...


* os substantivos terminados em “–s” têm seu plural formado pelo acréscimo da terminação “-es”. No caso de se caracterizarem como paroxítonos são invariáveis – fato este que permite que a flexão dependa de um artigo ou de outro determinante.


gás – gases
mês – meses
país – países
o atlas – os atlas
o vírus – os vírus
o pires – os pires
algum ônibus – vários ônibus...

Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada ao assunto: