Alunos Online


Pronomes indefinidos

Os pronomes indefinidos fazem referência à terceira pessoa do discurso de forma indefinida, genérica e imprecisa e podem ou não ser variáveis em gênero e número.

Por: Luciana Kuchenbecker Araújo Os pronomes indefinidos fazem referência à terceira pessoa do discurso de forma indefinida, genérica e imprecisa

Os pronomes indefinidos fazem referência à terceira pessoa do discurso de forma indefinida, genérica e imprecisa

Os pronomes indefinidos fazem referência à terceira pessoa do discurso (ele/a, eles/as) de forma indefinida, ou seja, genérica e imprecisa. Vamos observar como eles funcionam em um enunciado:

Nenhum convidado apareceu.

Note que o pronome indefinido “nenhum” não identifica nem quantos e nem quem são os convidados, se eram somente homens ou homens e mulheres. Os pronomes indefinidos referem-se à pessoa do discurso, àquele/a(s) que, em tese, recebe(m) ou pratica(m) a ação.

Alguém esteve aqui pela manhã.

O pronome indefinido “alguém” é capaz de indicar um ser que existe, mas cuja identidade é desconhecida ou não se quer revelar.

Relembrando...
Pronomes são a classe de palavras da Língua Portuguesa que tem a função de identificar as pessoas do discurso, bem como os seres, eventos ou situações aos quais o discurso faz referência. Dessa forma, conforme veremos mais adiante, os pronomes podem ocupar o lugar dos substantivos e agir como importantes elementos de coesão textual, evitando a repetição de palavras.

    Classificação dos pronomes indefinidos

    Existem diversos pronomes indefinidos em nossa língua, uns invariáveis e outros variáveis, ou seja, podem ou não ser flexionados em número (singular e plural) e gênero (masculino e feminino).

    Pronomes indefinidos variáveis

    São os pronomes que variam quanto ao gênero e ao número:

    Um(ns)/Uma(s)

    Pouco(s)/Pouca(s)

    Nenhum(ns)/Nenhuma(s)

    Outro(s)/Outra(s)

    Todo(s)/Toda(s)

    Certo(s)/Certa(s)

    Muito(s)/Muita(s)

    Tanto(s)/Tanta(s)

    Algum(ns)/Alguma(s)

    Quanto(s)/Quanta(s)

      Exemplos:

      • Pesquisei em algumas revistas da área.

      • Certas pessoas me deixam tão inspiradas.

      • muitas pessoas desempregadas.

      São os pronomes que variam apenas quanto ao número:

      Qualquer/Quaisquer

      Qual/Quais

      Bastante/Bastantes

        Exemplos:

        • Qual desses você gosta mais?

        • Já disse que qualquer um pode participar.

        Pronomes indefinidos invariáveis

        Os pronomes indefinidos invariáveis não são flexionados em gênero e/ou número.

        Alguém

        Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
        Nada

        Ninguém

        Cada
        Quem

        Mais

        Algo

        Menos

        Tudo

        Demais

        Nada

        Outrem

          Exemplos:

          • Alguém sabe onde estão as chaves?

          • Quem foi que disse?

          • Eu perguntei e ninguém respondeu.

          Além de serem classificados quanto à (in)variação de gênero e número, os pronomes indefinidos são também classificados em relação ao papel que assumem e ao modo como qualificam os seres nos enunciados.

          Pronomes indefinidos substantivos

          São aqueles que assumem o lugar do ser na frase.

          Exemplos:

          Algo

          → Vamos sair para comer algo?

          Nada

          Nada o convence de que está errado.

          Alguém

          Alguém sabe quantas horas são?

          Ninguém

          Ninguém sabe o que eu vi.

          Fulano

          → Quem é esse fulaninho aí?

          Outrem

          → Mais do que amar a si, é preciso amar outrem.

          Sicrano

          → Não quero saber se foi você, se foi sicrano, se foi o cachorro, o papagaio; quero que limpe tudo isso já!

          Quem

          Quem está falando?

          Beltrano

          → Não importa se foi culpa de beltrano ou sicrano, o importante agora é resolvermos o problema.

          Tudo

          Tudo passa nessa vida.

          Pronomes indefinidos adjetivos

          São aqueles que qualificam o ser, conferindo-lhe a noção de quantidade aproximada.

          Cada

          → Cada cultura tem o seu valor.

          Certo(s)

          → Certos alunos sempre chegam atrasados.

          Certa(s)

          → Certas pessoas não merecem o nosso respeito.

          Fique atento:

          Alguns pronomes ora podem exercer a função de pronomes indefinidos substantivos, ora pronomes indefinidos adjetivos:

          algum(ns)

          alguma(s)

          bastante(s)

          demais

          muito(s)

          muita(s)

          mais

          menos

          que

          nenhum(ns)

          nenhuma(s)

          qual

          qualquer

          quaisquer

          quanto(s)

          quanta(s)

          pouco(s)

          pouca(s)

          tal(is)

          tanto(s)

          tanta(s)

          todo(s)

          toda(s)

          um(ns)

          uma(s)

          vários

          várias

            Observe os exemplos:

            Muitos vieram para o curso.
            (função de substantivo)

            Muitos alunos vieram para o curso.
            (função de adjetivo – quantidade aproximada de alunos)

            Leia também a respeito dos Pronomes Possessivos e Pessoais. Bons estudos!