Alunos Online


Regência do verbo “assistir”

O verbo assistir possui mais de uma regência, ou seja, pode expressar-se como transitivo direto ou transitivo indireto.

Por: Mariana Rigonatto No sentido expresso na oração acima, o verbo assistir é transitivo indireto. Saiba mais no texto!

No sentido expresso na oração acima, o verbo assistir é transitivo indireto. Saiba mais no texto!

Observe as orações a seguir:

(1) A enfermeira assistiu o paciente.

(2) Pedro assistiu ao Jornal Nacional.

(3) Assiste a todos os brasileiros o direito à educação pública de qualidade.

Agora, tente inferir quais são os sentidos expressos pelo verbo “assistir” em cada uma das orações:

(1) – o verbo assistir possui o sentido de “prestar assistência”, “ajudar”, “socorrer”.

(2) – o verbo assistir possui o sentido de “presenciar”.

(3) – o verbo assistir possui o sentido de “caber direito”.

Além disso, podemos observar que, dependendo do sentido, o verbo assistir possui uma diversidade de regência em cada caso acima:

(1) – é verbo transitivo direto.

(2) – é verbo transitivo indireto.

(3) – é verbo intransitivo.

Desse modo, podemos definir que os sentidos expressos pelo verbo assistir determinam a regência verbal. Vamos analisar cada um dos casos de variação significativa desse verbo:

a) o verbo “assistir” será transitivo indireto quando significar “presenciar”, “estar presente”, necessitando de um objeto indireto.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplo:

Estamos ansiosos para assistir à abertura da copa.

Observe que, ao interrompermos a oração no verbo, ela ficará sem sentido, exigindo a presença de um complemento:

Estamos ansiosos para assistir... (a quê?)

Veja que, ao realizarmos a pergunta para conseguirmos o complemento verbal, ela apresenta uma preposição indicando a transitividade indireta do verbo e, portanto, a presença de um objeto indireto:

Estamos ansiosos para assistir à abertura da copa.

b) O verbo “assistir” será também transitivo indireto quando significar “caber direito/razão a alguém”.

Exemplo:

Fomos informados dos direitos que nos assistiam.

ATENÇÃO: Nesse caso, o objeto indireto está expresso pelo pronome oblíquo “nos” e, por isso, não está preposicionado. No entanto, o verbo assistir ainda possui uma regência indireta, ou seja, é transitivo indireto.

c) O verbo “assistir” será usado indiferentemente como transitivo direto ou indireto quando empregado no sentido de “ajustar”, “prestar assistência”, “socorrer”.

Exemplo:

A enfermeira assistiu o paciente

ou

A enfermeira assistiu ao paciente.